Notícias

Marcio Lacerda e ex-procurador devem faltar à sessão da CPI da Andrade Gutierrez

Por Redação , 09/03/2020 às 08:35
atualizado em: 09/03/2020 às 08:52

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Karoline Barreto/CMBH
Karoline Barreto/CMBH

A sessão desta segunda-feira da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Andrade Gutierrez, na Câmara Municipal de Belo Horizonte, pode não ter nenhuma testemunha prestando depoimento. O objetivo era ouvir o ex-prefeito da capital mineira Marcio Lacerda e o ex-procurador-geral do município na época, Rusvel Beltrame Rocha.

Na última terça-feira (3), Lacerda, que governou de 2009 a 2016, pediu adiamento do depoimento à comissão e solicitou acesso aos documentos. Depois, na quinta-feira (5), Beltrame, que é funcionário de carreira na Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), alegou que está de férias e também pediu que o depoimento fosse adiado.

Os dois pedidos serão discutidos durante a sessão desta segunda, mas a expectativa é de que nenhuma testemunha compareça.

Mateus Simões (Novo), relator da CPI, diz que é lamentável, mas a falta de Lacerda e Beltrame não prejudica o andamento dos trabalhos. “Nós continuamos com a análise dos documentos e vamos acabar tendo de ouvir Marcio Lacerda, depois de [Fernando] Pimentel, que foi remarcado para 30 de março, Marcio Lacerda deve ser remarcado para 6 de abril e Beltrame vamos discutir em sessão porque a mim é muito estranho que um servidor da prefeitura alegue férias para não comparecer a um depoimento para o qual ele não foi convidado, foi intimado e é obrigado por lei a comparecer”, ressalta. 

Simões destacou ainda que é importante ouvir os prefeitos para que depois “ninguém diga que não teve oportunidade de se manifestar e os procuradores porque afinal de contas eles têm que explicar como é que a PBH pagou tão mais do que estava previsto no acordo nos contratos”.

CPI

A CPI da Câmara de Belo Horizonte apura os débitos do município em contratos da prefeitura com a construtora Andrade Gutierrez, condenada na operação Lava Jato e investiga o pagamento de R$ 1,5 bilhão feito pela PBH à Andrade Gutierrez no início da década de 80. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Cerca de 700 mil pessoas serão afetadas pelo adiamento. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    A operação deve ser iniciada na segunda-feira (13), faltando dois dias para o pico da curva da covid-19 no estado, previsto para a quarta-feira (15). #itatiaia

    Acessar Link