Notícias

João Vítor Xavier pretende não aumentar IPTU durante possível gestão na prefeitura de BH

Declaração foi feita em entrevista concedida à repórter Edilene Lopes na live realizada no canal da Itatiaia no YouTube nesta terça-feira

Por Da Redação , 15/09/2020 às 22:32
atualizado em: 23/09/2020 às 10:44

Texto:

Foto: Guilherme Dardanhan/ALMG
Guilherme Dardanhan/ALMG

RESUMO

  • João Vítor Xavier pretende não aumentar IPTU durante possível gestão na prefeitura de BH
  • Declaração foi feita em entrevista concedida à repórter Edilene Lopes na live realizada no canal da Itatiaia no YouTube nesta terça-feira


O deputado João Vítor Xavier (Cidadania), que é pré-candidato à Prefeitura de Belo Horizonte, declarou que pretende não aumentar o IPTU da capital mineira durante sua possível gestão. 

A declaração foi feita em entrevista concedida à repórter Edilene Lopes na live realizada no canal da Itatiaia no YouTube nesta terça-feira (15). 

“Essa é uma das minhas propostas. Não vamos aumentar o IPTU de Belo Horizonte durante os quatro anos da minha gestão porque temos o IPTU mais caro do Brasil, proporcionalmente. Temos que fazer com que a cidade pare de sobreviver do IPTU e fazer com que a arrecadação aumente através da geração de receita. Isso através de shows e gastronomia”, argumentou.  

Questionado sobre a situação da saúde pública na capital, o pré-candidato diz ter três pontos focais para tratar o setor. 

“O primeiro deles é em relação a fazer funcionar a PPP da Saúde de Belo Horizonte, que começou ainda na gestão Marcio Lacerda. O atual governo teve três anos para estruturar, colocar em prática e não deu conta. Esse projeto pretende reestruturar os postos de saúde de Belo Horizonte, que é a porta de entrada da população mais simples”, explicou.

Para o parlamentar, o segundo ponto importante na evolução do setor na capital mineira se trata de estruturar parcerias entre a prefeitura e os hospitais que não são da rede municipal. 

“O segundo ponto importante é repactuar a relação da prefeitura de Belo Horizonte com os hospitais filantrópicos. Nós temos grandes hospitais importantes na cidade, como a Santa Casa, o Hospital da Baleia e outros. São vários hospitais que recebem dinheiro federal e estadual e já desonera a prefeitura da capital”, afirmou. 

Já o terceiro ponto citado pelo pré-candidato do partido Cidadania para chegar a ascensão da saúde na capital se refere a compra de espaços vagos na rede privada para a utilização de pacientes da rede pública.

“Colocar as consultas eletivas em dia. A prefeitura de Belo Horizonte pode fazer parceria com hospitais privados, ocupando espaços ociosos desses hospitais e comprando vagas para que a população que não consegue ser atendida na rede pública possa ser atendida na rede privada, com a prefeitura pagando a conta. É mais barato e mais ágil para a prefeitura”, sugeriu.

O parlamentar acredita ainda que podemos apostar no desenvolvimento econômico da cidade por meio de fundos de investimento estrangeiro. 

“O mundo está abarrotado de dinheiro. A iniciativa privada está abarrotada de dinheiro. Nós temos fundo de investimento a longo prazo na Malásia, na China, no Oriente Médio, nos Estados Unidos. São fundos que estão buscando projetos de longo prazo. Esses fundos podem ser importantes para resolver problemas importantes em Belo Horizonte, por exemplo, na área de mobilidade urbana”, aposta. 

O pré-candidato a prefeito garante que vai investir na geração de emprego e renda. “Eu acredito muito que quando uma cidade funciona, quando uma cidade é pujante, quando as pessoas estão empregadas, quando as pessoas estão ganhando dinheiro tudo funciona melhor”, declarou. 

Lives 

As lives foram agendadas por ordem alfabética e de acordo com a disponibilidade de cada pré-candidato à Prefeitura de Belo Horizonte. O canal da Itatiaia no YouTube vai levar para você duas entrevistas por dia de pré-candidatos. As lives tem início às 21h e vão até as 22h. Cada entrevistado tem 25 minutos para se pronunciar.  

Já foram ouvidos pela Itatiaia, os pré candidatos a deputada Áurea Carolina (PSOL), Lafayette Andrada (Republicanos), Bruno Engler (PRTB) e João Vítor Xavier (Cidadania). 

Confira a entrevista completa:

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link