Notícias

'O projeto tem que ser bom pra Caeté e região, não apenas pra empresa'

João Vitor Xavier afirma que vigilância e fiscalização sobre projeto Apolo serão constantes

Por Da Redação, 25/11/2021 às 11:00
atualizado em: 25/11/2021 às 11:26

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: ALMG/Reprodução
ALMG/Reprodução

Deputado João Vitor Xavier opinou sobre o projeto na Comissão de Minas e Energia

A Vale apresentou para a Assembleia Legislativa (ALMG) detalhes de um novo projeto de exploração mineral em Minas Gerais, que será no limite das cidades de Caeté e Santa Bárbara. O novo empreendimento da Vale para exploração de minérios será rigorosamente fiscalizado para não cometer os mesmos crimes, em Brumadinho e Mariana. 

O projeto Apolo foi detalhado na Comissão de Minas e Energia pelo gerente-executivo de Licenciamento Ambiental da Vale, Rodrigo Dutra Amaral. Segundo ele, a empresa já entrou com pedido de licença prévia na Secretaria de Estado de Meio Ambiente. 

"A gente tem uma expectativa que a licença prévia seja analisada e votada dentro da Câmara de Mineração num prazo até 2024. Uns dois anos para a licença prévia, depois um ano para a licença de instalação, e aí, sim a gente começaria a implantação do projeto em 2024", contou o gerente-executivo. 

Ainda de acordo com Rodrigo, a produção vai ser de 14 milhões de toneladas por ano. A mina é menor do que aquelas onde houve rompimento em Mariana e em Brumadinho, mas vai extrair mais minério que Brumadinho, por exemplo. O gerente da Vale diz também que o novo projeto não vai gerar rejeito de minério e a mina não vai ter barragens. Vão ser gerados, conforme informou a Vale, 2.800 empregos. 

O representante da empresa ainda garantiu que vai haver compensações para minimizar os impactos ambientais e socioeconômicos nas cidades afetadas. 

Durante a apresentação, o deputado João Vitor Xavier (Cidadania) fez um pronunciamento contundente. Ele disse que o projeto de exploração em Caeté e Santa Bárbara não é um novo conceito de mineração, sendo apenas o cumprimento de uma lei que foi aprovada na Assembleia.

João Vitor Xavier afirmou que a vigilância e a fiscalização serão constantes sobre as novas atividades, principalmente em relação às contrapartidas para o meio ambiente, educação, infraestrutura e saúde.

João Vitor Xavier chamou a atenção que os novos empregos vão provocar um aumento significativo da população de Caeté.

"Coloquei mais de R$ 6 milhões de emenda na Santa Casa de Caeté para ela não fechar as portas. Como vamos fazer com mais 8, 10 mil pessoas na cidade? Qual é a contrapartida que será apresentada? Se aumenta a necessidade de vagas em escolas públicas. Como é que vamos fazer com a manutenção da cidade com caminhão passando? Não adianta vir apresentando só o que tem de bom, achando que nós vivemos no mundo da fantasia e que tem bobo ali. Caeté não tem bobo, não", pontuou.

"Queremos que o processo seja respeitoso com o nosso povo, estamos atentos, seremos vigilantes, e cobraremos da Vale uma postura diferente que ela teve. Não vamos permitir em Caeté o que fizeram em Itabira: chupar a laranja e jogar o bagaço fora. Se querem fazer qualquer coisa em Caeté, primeiro, respeitem a lei. Segundo, respeitem a nossa gente, porque a Vale tem o hábito de chegar achando que está acima de todo mundo, não farão isso em Caeté", complementou.

"Com respeito, com diálogo, buscando entender o que é melhor para Caeté, Santa Bárbara, Raposos, Rio Acima, Barão de Cocais. Se o projeto for bom para as cidades, dá para andar. Se for bom só para a Vale, não. Queremos o que seja bom pro nosso povo e pra nossa gente", concluiu o deputado João Vitor Xavier.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Partida acontece nesta terça-feira (7), às 11h. No jogo de ida, times empataram por 0 a 0. #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/galo-x-bragantino-fazem-final-do-bras...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Militares do Corpo de Bombeiros também atuam, nesta segunda-feira (6), para evitar reignição no Parque das Mangabeiras, em BH. #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/s...

    Acessar Link