Notícias

Guilherme Arana desempata disputa Atlético x Cruzeiro por presença no futebol olímpico

Lateral do Galo é titular da Seleção Brasileira que estreia nesta quinta-feira, em Tóquio, contra a Alemanha

Por Alexandre Simões, 21/07/2021 às 16:44
atualizado em: 21/07/2021 às 16:50

Texto:

O lateral-esquerdo Guilherme Arana, titular da Seleção Brasileira que estreia nesta quinta-feira (22) no Torneio olímpico de futebol masculino, encarando a Alemanha, às 8h30, em Yokohama, vai desempatar uma disputa entre Atlético e Cruzeiro, em número de atletas nos Jogos.

São seis atleticanos e cruzeirenses que já disputaram a Olimpíada pela Seleção Brasileira, com Arana passando a ser o sétimo alvinegro nessa batalha mineira.

Apesar de serem os dois clubes com o maior número de representantes nos Jogos, os primeiros atletas de clubes de Minas Gerais a participarem do torneio olímpico foram o lateral-esquerdo Décio Teixeira, que defendia o América, e o atacante Chiquinho, do Itajubá.

Eles integraram nos Jogos de Tóquio, em 1960, o time comandado pelo técnico Vicente Feola, que tinha sido campeão do mundo com a Seleção Principal dois anos antes, na Suécia.

Atlético x Cruzeiro

Depois de 12 anos da participação de Décio Teixeira e Chiquinho, o meia Ângelo, revelado pelo Atlético e ainda jogador do Galo, voltou a representar Minas Gerais nos Jogos Olímpicos na edição de Munique, em 1972.

Quatro anos depois, outra revelação atleticana, o atacante Marinho, esteve em Montreal 1976.

As primeiras medalhas mineiras vieram em Seul, em 1988, com o recorde de três jogadores em campo, o volante Ademir e o atacante Careca, do Cruzeiro, e o zagueiro Batista, do Atlético.

Esta Seleção Brasileira, que foi prata, perdendo a decisão para a União Soviética, tinha também um treinador no comando, Carlos Alberto Silva.

Depois de ficar de fora de Barcelona, em 1992, o Brasil voltou a subir ao pódio em Atlanta, em 1996, mas não no lugar esperado, pois foi bronze com um time que tinha o goleiro Dida (Cruzeiro) e o zagueiro Ronaldo Guiaro (Atlético).

Fracasso

Em 2000, o Brasil viveu seu maior vexame no torneio masculino. Comandada por Vanderlei Luxemburgo, técnico do time principal, a equipe que tinha craques como Alex, Ronaldinho Gaúcho, caiu nas quartas de final. A equipe titular contava com o os cruzeirenses Marcos Paulo (volante) e Geovanni (atacante).

Em 2008, em Pequim, o volante Ramires, do Cruzeiro, foi bronze. Após ausência mineira em Londres, em 2016, na últimas edições dos Jogos, em 2016, no Rio de Janeiro, o lateral-esquerdo Douglas Santos, do Atlético, foi titular do time de Rogério Micale, com o goleiro Uilson, também do Galo, sendo o reserva de Weverton.
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Número 2 no ranking mundial, tenista é negra, filha de um haitiano com uma japonesa. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Motivo para o rompimento com a Precisa Medicamentos não foi revelado. #Itatiaia

    Acessar Link