Notícias

Guardas municipais recusam proposta da Prefeitura de BH e marcam nova assembleia

Por Redação, 11/12/2019 às 15:54
atualizado em: 12/12/2019 às 15:31

Texto:

Foto: Sindibel/Divulgação
Sindibel/Divulgação

Os guardas civis municipais de Belo Horizonte recusaram nesta quinta-feira, em assembleia na Praça da Estação, no Centro, a proposta de melhorias e recomposição salarial apresentada pela prefeitura. A corporação marcou um novo encontro para terça-feira (17), às 9h, no mesmo local, e espera realizar antes uma reunião com a administração municipal.

Os servidores recebem R$ 1,8 mil e uma compensação de R$ 1 mil, o que faz o salário chegar a R$ 2,8 mil. Eles querem que a compensação seja incorporada ao vencimento. Além disso, pedem recomposição salarial de 20% e melhorias nas condições de trabalho.

Segundo o Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos de Belo Horizonte (Sindibel) a prefeitura propôs reajuste de 7,20% sobre os salários e sobre o vale-alimentação e os seguintes pontos:

Proposta da prefeitura:

- Pagamento da GDI durante o gozo das férias-prêmio na folha de dezembro e retroativo a quem já teve o gozo desde janeiro de 2018 na folha de janeiro de 2020, paga em fevereiro;

- Inclusão, em lei, para que o cargo de Guarda Civil Municipal seja caraterizado como técnico, para fins de acúmulo;

- Antecipação do pagamento de 30 dias de férias-prêmio para todos os guardas que estão com processo na fila de conversão em espécie na folha de janeiro;

- Adicional de R$ 539 a título de complementação do auxílio-fardamento na folha de abril;

- Continuação da discussão sobre os critérios da prova para subinspetor com o Comando da Guarda;

- Disposição do governo em continuar discutindo os pontos que não avançaram em negociações futuras.

O presidente do Sindibel, Israel Arimar, explicou a recusa. “A proposta foi considerada insatisfatória pela categoria por não contemplar a incorporação do adicional de risco ao salário-base, nem a incorporação do GDI”, afirmou .

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link