Notícias

Governo vai publicar diretrizes para volta ao trabalho presencial de parte dos servidores de Minas

Um dos critérios para o retorno é que a região em que a cidade fica esteja na Onda Verde do Minas Consciente

Por Edilene Lopes , 14/09/2020 às 19:17
atualizado em: 14/09/2020 às 19:43

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG
Gil Leonardi/Imprensa MG

RESUMO

  • As diretrizes para a retomada serão publicadas nesta terça-feira (15) no Diário Oficial do Estado.
  • A partir de então, cada órgão terá até dez dias para oficializar as regras específicas para a volta.
  • A chefia imediata de cada servidor entrará em contato para orientação.
  • Servidores idosos e com comorbidades terão prioridade para continuar no home office.
  • A volta deverá cumprir medidas de prevenção à contaminação pelo novo coronavírus.


As diretrizes para a retomada gradual do trabalho presencial dos servidores estaduais de Minas serão publicadas nesta terça-feira (15) no Diário Oficial do Estado. A partir de então, cada órgão terá até dez dias para oficializar as regras específicas para a volta.

Assim que as publicações específicas forem feitas, a chefia imediata de cada servidor entrará em contato para orientação.

Um dos critérios para o retorno da jornada presencial é que a região em que a cidade fica esteja na Onda Verde do Minas Consciente (programa do governo estadual que analisa a situação da covid-19 em Minas).

Sede do governo estadual, a Cidade Administrativa, por exemplo, está no bairro Serra Verde, na região de Venda Nova, em Belo Horizonte. Apesar de BH não ter aderido ao programa Minas Consciente, a região da qual a capital faz parte está Onda Amarela. 

Dentre as regras que serão publicadas nesta terça feira estão a prioridade para a manutenção do teletrabalho aos servidores com idade igual ou superior a 60 anos, portadores de condições clínicas de risco (conforme Portaria Conjunta nº 20 do Ministério da Economia), gestantes, lactantes, quem tem filho ou dependente legal em idade escolar (até que sejam retomadas as aulas presenciais nas escolas públicas e privadas) e servidores que moram com pessoa portadora de condições clínicas de risco.

Segundo o governo, a implementação das etapas de retomada deverá cumprir medidas de prevenção à contaminação pelo novo coronavírus, como a definição da quantidade de servidores conforme a capacidade do espaço físico, respeitando o distanciamento estabelecido no Protocolo Minas Consciente; o uso obrigatório de máscaras; e a aferição de temperatura corporal na entrada das dependências dos órgãos e entidades.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link