Notícias

Falha em sistema do Detran prejudica autoescolas de Minas, denuncia sindicato

Marcação de exames e certificados de alunos são alguns dos serviços que estão sendo afetados

Por Redação, 03/07/2020 às 08:14
atualizado em: 03/07/2020 às 10:04

Texto:

Um problema no sistema do Detran onde as autoescolas realizam os procedimentos obrigatórios está causando transtorno e prejuízo. A denúncia é do presidente do sindicato dos proprietários de centros de condutores de minas gerais, Alessandro Dias. Marcação de exames e certificados de alunos são alguns dos serviços que estão sendo afetados. 

"Quando o sistema sai fora do ar, em determinado horário, pelo menos dois mil alunos são prejudicados. Se isso ocorre em horário de pico, esse número pode chegar a 5, 6 mil candidatos, em função da não possibilidade de acesso ao sistema", diz. 

De acordo com Alessandro Dias, o problema se arrasta desde 2019. "No final do ano chegou-se a ficar mais de duas semanas sem o funcionamento do sistema", diz.

Minas Gerais possui 1.797 autoescolas. Todas afetadas pela pandemia de coronavírus. Em um mês de paralisação, conforme Alessandro Dias, o prejuízo para o setor foi de R$ 140 milhões. Além disso, ele ressalta que o estado deixou de arrecadar cerca de R$ 60 milhões. 

"Hoje a gente tem quase 60 municípios que continuam fechados, com destaque para Juiz de Fora que está a 103 dias sem nenhum atividade. Somado a isso as autoescola que retornaram as atividades passam pelo prejuízo causado pela inoperância do sistema, que é algo recorrente", completa.

Em nota, o governo de Minas, por meio da Polícia Civil (PC), disse que todas as falhas identificadas pelo Detran, ou até mesmo pelas autoescolas, foram, de pronto, repassados à Empresa de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais (Prodemge) para análises e correções.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link