Notícias

Especialista alerta para relaxamento do distanciamento social: 'Ainda não é o momento'

Por Redação, 07/08/2020 às 08:07
atualizado em: 07/08/2020 às 10:36

Texto:

Foto: Adão Souza/ PBH
Adão Souza/ PBH

Apesar de os números sinalizarem desaceleração da pandemia em Minas, o novo cenário não pode significar descuido em relação ao distanciamento social. É o que alerta a professora Jordana Coelho dos Reis, do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). 

"Ainda não é o momento de relaxar. O declínio que a gente está tendo no número de casos não é significativo e a gente ainda não tem estabilidade nesses dados. Temos tido quedas e aumentos sucessivos, dando a entender que ainda temos foco de transmissão. O vírus ainda está circulando", alerta. 

De acordo com ela, é preciso "manter o distanciamento social e proteger as pessoas que estão no grupo de risco". 

Na avaliação de Jordana, ao ver a reabertura comercial e declínio, ainda que ligeiro, dos números, a população tende ao relaxamento. "As pessoas se sentem mais confortáveis, acham que a pandemia acabou, e não é o que acontece. As pessoas retornam às ruas, às atividades, desprecavidas, e a gente tem novo aumento de casos", avalia.

Segundo o governo de Minas, um dos indicadores considerados no monitoramento do coronavírus sinalizou uma queda na curva da pandemia pela primeira vez. A secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) informou que o índice de transmissão se manteve abaixo de 1 nos últimos três dias. 

Já a taxa de isolamento social em Minas está em 34,5%. 

Minas Gerais possui 3.304 óbitos e 142.828 infectados por coronavírus, conforme balanço divulgado nessa quinta-feira (6). Nova atualização será disponibilizada pela SES-MG nesta manhã. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Edição resumida está disponível para auxiliar na introdução alimentar. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Confira a coluna de Edilene Lopes! #Itatiaia

    Acessar Link