Notícias

O advogado trabalhista Davidson Malaco explica que não existe previsão legal, normativa ou de acordo de convenção coletiva que justifique a falta do empregado em razão da greve de ônibus.

Sem abono

Por Editoria de web, 11/08/2016 às 05:32

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

O funcionário que faltou ao trabalho em razão da greve de ônibus pode ter o dia descontado pela empresa. O advogado trabalhista Davidson Malaco explica que não existe previsão legal, normativa ou de acordo de convenção coletiva que justifique a falta do empregado em razão da greve.

“Se não há previsão legal dessa justificativa, o desconto é perfeitamente lícito”, destacou o advogado, que também ressaltou que a empresa não tem obrigação de providenciar transporte alternativo para o funcionário.

Milhares de pessoas tiveram problemas para conseguir chegar ao trabalho nessa segunda e terça em razão da greve dos rodoviários em Belo Horizonte e cidades da região metropolitana. A paralisação foi suspensa nesta quarta-feira, mas uma assembleia será realizada hoje para definir se a greve vai continuar.

Muitas empresas contrataram vans e ônibus para buscar os funcionários e evitar prejuízos. Por outro lado, alguns estabelecimentos não abriram porque os colaboradores não conseguiram chegar. 

Ouça a explicação do advogado com Edilene Lopes

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    São ainda 91.917 casos em acompanhamento e 1.596.917 pessoas conseguiram vencer a doença #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Keké viria emprestado pelo Tombense até o final do Campeonato Brasileiro da Série B #itatiaia

    Acessar Link