Notícias

Dupla é presa suspeita de cometer ao menos quatro assaltos em 24 horas na Grande BH

Jovens, de 19 e 21 anos, roubaram uma moto que foi usada para cometer mais três assaltos na região da Pampulha, em BH

Por Felipe Quintella e Lucas Sanches | 11/05/2022 às 19:07
Divulgação/PMMG
Foto: Divulgação/PMMG

Moto roubada e usada pela dupla foi encontrada em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana

Dois jovens, de 19 e 21 anos, foram presos nesta quarta-feira (11) suspeitos de cometer diversos assaltos na Região Metropolitana de Belo Horizonte nas últimas 24 horas. Eles estão detidos no batalhão da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) no bairro Gameleira, região Oeste da capital.

Segundo a corporação, a dupla roubou uma moto na noite dessa terça (10) no bairro Castelo, região da Pampulha, e na manhã seguinte, usaram o veículo para cometer três roubos nas proximidades. A moto seria de um modelo muito visado por criminosos, e teria sido roubada logo após o proprietário deixar o trabalho. Uma das vítimas, que teve o celular roubado, repassou informações de rastreamento do aparelho à PM.

Um dos assaltos foi flagrado por câmeras de segurança no bairro Jardim Paquetá, também na regional Pampulha. É possível ver a dupla chegando na moto e abordando um motorista que estava parado. Eles levam apenas o celular, e quando se assustam com gritos de um vizinho, fogem do local. Indignada, a vítima contou que estava indo fazer o seguro do celular quando o crime aconteceu. "O que vai é o bem, mas fica o pânico psicológico, e sabemos que não adianta nada porque a Justiça solta". O aparelho ainda não foi recuperado.

"Acho isso inadmissível. Juntei dinheiro para comprar o celular, e agora vou ter que fazer tudo de novo. Evitei problemas e só entreguei, mas ainda não encontraram ele", desabafou outra vítima.

Com o direcionamento de testemunhas e vítimas, os suspeitos foram localizados no bairro Nacional, em Contagem, na Grande BH. Com eles, foi recuperada uma réplica de arma de fogo, e a moto usada nos crimes foi encontrada em Ribeirão das Neves.

Todas as vítimas reconheceram os suspeitos como responsáveis pelos crimes, sendo que um deles tem passagem por roubo. Elas contaram que a dupla usava e muita violência, e ameaçava matar as pessoas. 

Os suspeitos, que afirmaram ser primos, conversaram com a reportagem, e negaram todos os crimes. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou