Notícias

Despedida do nome Palestra foi com vitória em clássico no Barro Preto

Equipa palestrina bateu a alvinegra por 3 a1

Por Alexandre Simões, 10/01/2021 às 11:00

Texto:

Foto: Divulgação
Divulgação

Estádio Barro Preto, local da disputa do confronto

O processo de troca do nome Palestra para Cruzeiro, imposição de decreto federal de agosto de 1942, não foi simples nem rápida. E o último jogo com o nome antigo acabou sendo disputado no início de janeiro do ano seguinte.

Em 7 de outubro de 1942, o Conselho Deliberativo resolveu pelo nome de Cruzeiro Esporte Clube, contrariando o presidente da época, Ennes Cyro Pony, que pretendia Ypiranga, mas um atraso da Liga Mineira só permitiu a mudança três meses depois.

E em 10 de janeiro, o Palestra Itália entrou em campo pela última vez, para disputar e vencer um clássico amistoso contra o Atlético por 3 a 1, no Estádio do Barro Preto.

Pouco mais de um mês depois, quando o time voltou a jogar, encarando o São Cristóvão, do Rio de Janeiro, já se chamava oficialmente Cruzeiro Esporte Clube.

A FICHA DO JOGO

PALESTRA ITÁLIA 3
Geraldo II; Gérson dos Santos e Azevedo; Bibi (Bituca), Juca e Caieirinha; Nogueirinha, Orlando Fantoni, Niginho, Ismael e Alvides. Técnico: Bengala

ATLÉTICO 1
Kafunga; Ramos e Evando; Cafifa, Hemetério e Bigode (Alcindo); Hamilton, Pardal, Tião, Nicola e Ulisses. Técnico: Mário Gomes

DATA: 10 de janeiro de 1943
LOCAL: Estádio do Barro Preto
MOTIVO: Amistoso
GOLS: Alcides, aos 3 minutos do primeiro tempo; Niginho, aos 5 e 25, e Ulisses, aos 40 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Francisco Trindade
RENDA: Cr$ 8.600,00

MAIS HISTÓRIA

OUTRO JOGO: Os dois rivais disputam amistoso no Estádio do Barro Preto no início de 1957, ano em que foi disputada a polêmica final do último Campeonato da Cidade e que teve Atlético e Cruzeiro como campeões após uma grande polêmica.

A FICHA DO JOGO

CRUZEIRO 0
Mussula; Gérson dos Santos (Vavá) e Nózinho; Adelino, Lazarotti e Pireco; Chiquinho, Gilberto, Pelau, Sabu e Airton (Raimundinho). Técnico: Cristóvão Colombo

ATLÉTICO 0
Sinval; Benito e Ranieri; William, Laércio e Nilsinho; Murilinho (Toledo), Lauro, Vaduca (Otávio), Orlando (Pinho) e Amorim. Técnico: Niginho

DATA: 10 de janeiro de 1957
LOCAL: Estádio do Barro Preto
MOTIVO: Amistoso
ARBITRAGEM: Geraldo Toledo
RENDA: Cr$ 31.320,00

NASCIMENTO: Em Janduís (RN), em 1981, nasce Alexasndro Oliveira Duarte, o Sandro, jogador versátil que o Cruzeiro buscou no ABC após ele se destacar pelo Criciúma.
Foi um curinga de Vanderlei Luxemburgo na conquista da Tríplice Coroa, em 2003, e ganhou os títulos mineiros de 2004, 2006 e 2008, mas sempre vivendo longos períodos sem poder jogar por causa de contusões, o que fez ele encerrar de forma precoce a sua carreira.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Padre Paulo Roberto Marques morreu afogado após cair no poço da Cachoeira Lavadeiras, no distrito de Curimataí, em Buenópolis. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Mais de 87 mil doses do imunizante desembarcam nesta tarde no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins. #Itatiaia

    Acessar Link