Notícias

Associação de Bares e Restaurantes cobra ao prefeito Kalil data de retorno às atividades

Por Redação, 22/05/2020 às 19:39
atualizado em: 22/05/2020 às 20:00

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Agência Brasil
Agência Brasil

Há 62 dias do decreto da prefeitura de Belo Horizonte, com proibição do comércio de funcionar diante da pandemia, bares e restaurantes pedem um norteamento ao prefeito da capital mineira Alexandre Kalil (PSD). Isso porque o setor não está na primeira fase de retomada de serviços.

O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas (Abrasel-MG), Ricardo Rodrigues, diz que gostaria que a prefeitura desse, ao menos, uma previsão de quando pode ser sondada a retomada do segmento. “O que aflige é que nós não temos uma certeza.  A gente queria que o prefeito Alexandre Kalil tivesse colocado também uma data para que a gente tivesse como programar, como planejar”, lamentou.

De acordo com o presidente, essa incerteza pode aumentar o número de demissões no setor, que já soma 35 mil desempregados após o decreto. “Quanto mais para frente essa data andar, a gente pode estar aumentando isso aí para chegar a 60 mil demissões no segmento em BH e Região Metropolitana”.

“O que a gente precisa é ter um norte. Um planejamento sem ter um norte é muito complicado para o segmento”, finalizou.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽Em Belo Horizonte, em 1906, nasce Ricardo Pierri Chiari, o Piorra, um dos grandes ídolos do Palestra Itália (Cruzeiro) e que integrou o grande time tricampeão mineiro em 1928...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    “O bolsão que se rompeu possuía a capacidade de 1 milhão de metros cúbicos de água e a barragem que recebeu esse volume de água possuía a capacidade para 4 milhões de metros c...

    Acessar Link