Notícias

Cruzeiro é punido com perda de um mando e multa após caso de racismo em jogo contra o Remo

Comissão Disciplinar do STJD votou a favor das punições de forma unânime

Por Leonardo Gimenez* e Samuel Venâncio, 23/11/2021 às 12:49
atualizado em: 23/11/2021 às 18:49

Texto:

Foto: Redes sociais e STJD/Reprodução
Redes sociais e STJD/Reprodução

Cruzeiro foi punido com multa de R$50 mil e perda de um mando de campo

A 2ª Comissão Disciplinar do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) votou, na manhã desta terça-feira (23), a favor da perda de um mando de campo em jogos do Cruzeiro, também sob pena de multa de R$50 mil. A decisão foi unânime dos procuradores do órgão, que julga casos relacionados ao futebol brasileiro.

Sobre o caso

No dia 28 de outubro, na derrota para o Remo, por 3x1, um torcedor do Cruzeiro proferiu palavras de cunho racista ao chamar o atacante Jefferson de "macaco", após marcar o gol da virada do clube paraense, no Independência. As imagens foram filmadas dentro das arquibancadas do estádio e foram divulgadas pelo Remo em suas redes sociais, causando grande repercussão.

No julgamento, o advogado Flávio Boson, do Cruzeiro, defendeu que a Raposa, na figura do presidente Sérgio Santos Rodrigues, se colocou à disposição do Remo para que o autor fosse localizado e investigado pelas autoridades policiais, mas que não teria sido respondido pelos dirigentes remistas.

Campanhas como o 'Risque o Racismo' foram utilizadas na argumentação do departamento jurídico celeste, que usou a frase no uniforme do Cruzeiro no primeiro tempo da partida contra o Sampaio Corrêa, no Maranhão, na última quinta-feira (18), sem a presença dos patrocinadores na camisa. Na etapa final, o uniforme foi trocado e já com os patrocínios estampados na blusa branca de jogo.

A Comissão, de forma geral, entendeu que o clube não trabalhou efetivamente para localizar o torcedor, além da omissão dos demais presentes envolvidos ao não denunciar o autor do crime.

Punições

Além da punição ao clube, o atacante Vitor Leque, expulso na mesma partida, pegou quatro jogos de punição e pena de R$300,00 por chamar a arbitragem de “moleques” e “seus m**”.

Já o técnico Felipe Conceição, ex-Cruzeiro e que dirigiu o Remo na ocasião, também expulso, foi absolvido pela Comissão. Os relatores votaram que o treinador não reclamou de forma acintosa com a arbitragem. A pena poderia ser de uma a seis partidas de suspensão, de acordo com o informado pelo STJD. 

Partida contra o Náutico 

Conforme previsto no Regulamento Geral de Competições (RGC) da CBF, a partida do Cruzeiro contra o Náutico, na quinta-feira (25), às 20h, no Mineirão, terá a presença de público, já que são necessários 10 dias prévios para a mudança do local do jogo. 

Na manhã de hoje, o clube mineiro informou que já foram vendidos mais de 40 mil ingressos para o confronto, válido pela 38ª rodada da Série B.

*Estagiário sob supervisão de Pedro Rocha Franco.

Confira as principais notícias do Cruzeiro no canal da Itatiaia no Youtube


Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Partida acontece nesta terça-feira (7), às 11h. No jogo de ida, times empataram por 0 a 0. #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/galo-x-bragantino-fazem-final-do-bras...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Militares do Corpo de Bombeiros também atuam, nesta segunda-feira (6), para evitar reignição no Parque das Mangabeiras, em BH. #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/s...

    Acessar Link