Ouça a rádio

Compartilhe

Cruzeiro contrata fisioterapeuta membro do COI para chefiar núcleo de performance na Toca

Natalia Bittencourt trabalhava no Atlético e deixou o arquirrival para assumir cargo na Raposa

Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

Natalia Bittencourt (e) é a primeira fisioterapeuta brasileira a integrar comissão científica do COI

A nova diretoria do Cruzeiro, agora encabeçada por Ronaldo Fenômeno, tem como princípio buscar profissionais com vasto currículo para assumir cargos diretivos no clube. Dentre uma das escolhas recentes está a fisioterapeuta Natalia Bittencourt, contratada para ser a nova responsável pelo núcleo de performance no departamento de futebol celeste. 

Pesquisadora, professora e empresária, Bittencourt tem mestrado e doutorado (pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG), e é pós-doutora pelo Centro de Pesquisa do Comitê Olímpico Internacional-VU (de Amsterdã, na Holanda). 

Natalia Bittencourt já está na Toca II e iniciou os seus trabalhos nos últimos dias, sendo apresentada para funcionários e atletas no primeiro dia da pré-temporada, nessa terça-feira (4). 

Com vasta experiência, ela chefiará o novo departamento e usará de todas suas atribuições alcançadas ao longo da carreira para agregar valor ao departamento médico celeste. O último trabalho da profissional foi no Atlético, onde ela coordenava o departamento de fisioterapia da base, e saiu para assumir o cargo no rival Cruzeiro. 

Formada há 15 anos pela UFMG, também coordenou uma equipe de 15 profissionais no Minas Tênis Clube (MTC) que eram responsáveis por cuidar da reabilitação e prevenção de lesões de mil atletas. Também foi fisioterapeuta na Seleção Brasileira feminina de Vôlei (infantil e juvenil), além de ser a diretoria executiva (CEO) e fundadora da startup PHAST (Ferramenta de avaliação fisioterápica -- em tradução literal do inglês Physiotherapy Assessment Tool), aplicada na avaliação e análise do perfil de risco de lesões no esporte, por meio de evidências científicas e prática clínica.

“Ser capaz de usar esta tecnologia como uma ferramenta prática para combinar informações relacionadas ao sistema musculoesquelético, carga, variáveis psicológicas e fisiológicas, será inestimável.” Essas informações coletadas podem permitir que os praticantes formem um processo de avaliação de risco ainda mais eficaz, "com o objetivo de prevenir lesões esportivas sob medida para cada atleta individual, não apenas para grupos", disse em entrevista publicada em 2020 no blog da Catapult Sports.

Carreira internacional 

Além disso, Natalia Bittencourt se tornou a primeira fisioterapeuta esportiva brasileira a integrar a Comissão Científica do Congresso de Prevenção de Lesões, do Comitê Olímpico Internacional (COI). E, segundo a biografia da profissional no Linkedin, ganhou o prêmio de "melhor artigo científico no esporte, mostrando o trabalho de prevenção de lesões no Minas Tenis Clube em atletas jovens".

Ainda de acordo com a descrição da fisioterapeuta na rede social profissional, o artigo do doutorado dela, publicado na revista cientifica com maior impacto na medicina esportiva, já teve mais de 25 mil leituras, e se tornou referência na área. 

 

Confira as principais notícias do Cruzeiro no canal da Itatiaia no Youtube