Notícias

Com o fim do Carnaval, cresce a procura por testes de doenças sexualmente transmissíveis

Por Redação , 15/02/2018 às 09:10

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

A folia desenfreada de carnaval, aliada ao consumo exagerado das bebidas alcóolicas e à irresponsabilidade na hora da relação sexual já trazem preocupação para as pessoas após o fim dos festejos. Sem citar números, profissionais do centro de saúde do Bairro Sagrada Família, na Região Leste de Belo Horizonte, afirmam que a procura por testes que detectam doenças sexualmente transmissíveis, entre elas a Aids, cresceu na quarta-feira de cinzas.

Caso você tenha feito relação sexual sem proteção e tenha alguma dúvida sobre seu parceiro ou parceira, preste atenção. Até 72 horas após o ato, vale procurar um centro de saúde, se informar, passar por um questionário, avaliação médica e, caso seja necessário, ingerir o coquetel de remédios contra doenças sexualmente transmissíveis.

Também vale a pena fazer um teste simples, que detecta doenças sexualmente transmissíveis. Mas atenção! A Aids, por exemplo, só é detectada 30 dias após a contaminação.

Um rapaz, que preferiu não se identificar, aproveitou a quarta-feira de cinzas para fazer o teste. “Eu acho que a saúde é em primeiro lugar de tudo na vida de qualquer ser humano. Se você quer uma vida estável, trabalho, qualquer coisa, você precisa da saúde. Você tem sempre que estar se cuidando. Não deixa para depois, porque o ‘jacaré abraça’”, disse o homem.

Ouça acima a reportagem completa de João Felipe Lolli.

 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    As informações sobre a semana e os eventos serão transmitidos nas redes sociais do ministério e da Secretaria Nacional da Juventude.#Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️Técnico do América não poupou críticas à atuação do juiz Felipe Fernandes de Lima no clássico contra o Atlético. #itatiaia

    Acessar Link