Notícias

Após Ômicron, China promete 1 bilhão de vacinas contra covid-19 para a África

Continente virou alvo de restrições devido à variante Ômicron

Por Ansa , 30/11/2021 às 07:02
atualizado em: 30/11/2021 às 07:08

Texto:

Foto: Flickr Governo de São Paulo
Flickr Governo de São Paulo

Vacina é a única arma contra a covid-19

O presidente da China, Xi Jinping, anunciou nessa segunda-feira (29) a doação de 1 bilhão de doses de vacinas anti-Covid para a África. Enquanto 43% da população global já está totalmente vacinada contra o novo coronavírus, esse índice é de apenas 7,2% no continente africano, de acordo com o portal Our World in Data, e essa disparidade deixa espaço para o surgimento de novas variantes, como a Ômicron.

Participando online de um encontro China-África, Xi disse que o país vai doar 600 milhões de doses diretamente, enquanto outras 400 milhões chegarão de outras fontes, como investimentos em fábricas no continente.

Em setembro passado, a China já havia prometido doar 100 milhões de vacinas para países em desenvolvimento. O gigante asiático investe pesadamente na África e é acusado de usar seu poderio financeiro e agora suas vacinas como ferramentas de dominação diplomática.

"Precisamos priorizar a proteção de nossas populações e a redução da disparidade na vacinação", afirmou Xi. O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, também já prometeu doar mais de 1 bilhão de doses para nações em desenvolvimento. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Apesar da proibição, juiz resolveu não aplicar multa em caso de descumprimento da decisão

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Os pais disseram a Polícia que durante a noite o bebê foi colocado na cama do casal

    Acessar Link