Notícias

Caminhoneiros de minério protestam na Grande BH contra fretes baixos e combustíveis caros

Os atos ocorrem nas portas de siderúrgicas e terminais de cargas

Por Amanda Antunes, 22/02/2021 às 19:53
atualizado em: 22/02/2021 às 20:21

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Roberto Parizotti/Fotos Públicas
Roberto Parizotti/Fotos Públicas

Os sucessivos aumentos no preço do diesel provocam protestos, nesta segunda-feira, de caminhoneiros autônomos que carregam minério na Grande BH. Os atos ocorrem nas portas de siderúrgicas e terminais de cargas.

A categoria convoca outros caminhoneiros para a paralisação e pede que eles não carreguem nas mineradoras caso os fretes não sejam revisados. O caminhoneiro Jean Carlos, participante do protesto no Terminal de Sarzendo, na Grande BH, afirma que o movimento é pacífico.

“A gente trabalha com caminhão caçamba carregando os minérios, só que com essas altas no óleo diesel, no pneu, na manutenção do caminhão, chegamos a um ponto que não estamos dando mais conta de rodar. Existem fretes em que o valor do óleo diesel é superior a 60% do valor do frete que a gente pega. O que estamos reivindicando é a alta do frete, simplesmente isso”, diz.

Segundo o caminhoneiro, além de Sarzedo, outras paralizações são registradas em cidades como Sete Lagoas, Igarapé, Itatiaiuçu e Caeté.

O protesto, que teve início às 0h desta segunda-feira, não tem previsão para acabar, de acordo com o caminhoneiro. “A gente só vai parar quando tiver uma resposta positiva”, garante.

A Polícia Rodoviária Federal afirma que não há registros de paralisação de caminhoneiros nas rodovias.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Durante encontro, líderes abordaram "os grandes desafios que a humanidade enfrenta neste momento e o papel da fé". #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Jogo será feito às 20h no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo. #Itatiaia

    Acessar Link