Ouça a rádio

Compartilhe

Brasil se torna 3º país no mundo com mais casos da covid-19; recuperados somam 100 mil

Tomaz Silva/Agência Brasil
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O balanço desta segunda-feira do Ministério da Saúde sobre a covid-19 no Brasil registrou 13.140 novos casos confirmados, totalizando 254.220. Do total de casos confirmados, 136.969 estão em acompanhamento e 100.459 foram recuperados. O número de mortes subiu de 16.118 para 16.792, um total de 674 novos óbitos decorrentes do coronavírus registrados nas últimas 24h. Há ainda 2.277 mortes em investigação.

Com esses números, o Brasil ultrapassou o Reino Unido em número total de casos confirmados da covid-19 e se tornou o 3º país no mundo com mais casos acumulados da doença, segundo levantamento da universidade Johns Hopkins. No final de semana, o Brasil já tinha ultrapassado a Itália e Espanha nesse ranking.

De acordo com o levantamento, o Brasil é o 6º na lista de países com mais mortes acumuladas por covid-19, ficando atrás apenas de Estados Unidos (89.874), Reino Unido (34.876), Itália (32.007), Espanha (28.111) e França (27.709).

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (4.823). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (2.852), Ceará (1.748), Pernambuco (1.640), Amazonas (1.433) e Pará (1.329).

Além disso, foram registradas mortes no Maranhão (576), Bahia (312), Espírito Santo (302), Alagoas (221), Paraíba (207), Minas Gerais (161), Rio Grande do Norte (146), Rio Grande do Sul (144), Amapá (127), Paraná (127), Santa Catarina (85), Piauí (80), Rondônia (77), Goiás (73), Acre (67), Distrito Federal (66), Roraima (60), Sergipe (59), Tocantins (32), Mato Grosso (29), e Mato Grosso do Sul (16).

O número de novos registros de óbito em 24 horas não indica efetivamente quantas pessoas morreram entre um dia e outro, mas sim o número de óbitos que tiveram o diagnóstico de covid-19 confirmado nesse intervalo. O tempo entre o óbito e a confirmação da doença pode chegar a ser de semanas, o que também indica que o número real de casos seja maior do que consta nas estatísticas.