Ouça a rádio

Compartilhe

BH tem um aumento de quase 30% nos casos de dengue em uma semana

Não houve nenhum óbito pela doença na cidade até o momento neste ano

 Raul Santana/Fiocruz/Divulgação
Foto: Raul Santana/Fiocruz/Divulgação

A dengue avança pelo Sul de Minas e o número de casos tem surpreendido moradores

A capital mineira registrou um aumento de 26% no número de casos de dengue em uma semana, de acordo com os dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Há 1.283 casos notificados pendentes de resultados.

Em 2022, até o dia 05 de maio, foram confirmados 337 casos de dengue em Belo Horizonte. Foram investigados e descartados 2.103 casos. 

Até o dia 28 de abril, foram confirmados 247 casos de dengue em Belo Horizonte. Ou seja, o aumento de 90 casos em uma semana. 

De acordo com a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), a ocorrência de casos de  outras arboviroses transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti é monitorada de forma contínua.

Para a identificação das áreas mais vulneráveis,  são utilizados os resultados obtidos e monitoramentos técnicos e o levantamento rápido de índice para Aedes aegypti, associados, segundo a prefeitura, à notificação de casos suspeitos e confirmados da doença em cada território da capital mineira. 

Região Metropolitana 

Na Grande BH, foram registrados aumentos nos casos em relação ao ano passado. Em Nova Lima, até o momento, foram 86 casos notificados e quinze confirmados, enquanto em todo o ano de 2021 foram 95  casos notificados de dengue, sendo 27 confirmados na cidade.  71 casos neste ano ainda seguem em investigação.

Em Ribeirão das Neves, a cidade tem 38 casos confirmados de dengue até o momento. Em todo o ano de 2021 foram 42 casos confirmados sendo 31 casos entre janeiro e abril em todo o estado. 

No Sul de Minas 

A dengue avança pelo Sul de Minas e o número de casos tem surpreendido moradores de cidades bem pequenas. 

Baependi, por exemplo, com 19 mil habitantes, tem 497 casos de dengue desde janeiro até o dia 4 de maio. Cácia, com 17 mil habitantes, tem 319 só este ano. 

Delfinópolis, com apenas 7 mil habitantes, já tem 308 casos entre as cidades.  

Em São Sebastião do Paraíso, são  590 casos de dengue para 71  mil habitantes. 

Já entre as cidades pólo-regionais, Passos com 115 mil habitantes já confirmou 766 casos de dengue.

No Norte de Minas 

Dos nove casos de dengue esse ano no estado, dois foram no norte, um em Espinosa e outro em Urucuia. 

Ainda segundo o SES-MG, uma das 30 mortes com suspeita da doença em Minas é investigada em Buritizeiro. 

Em Montes Claros, neste ano, até agora já foram confirmados 79 casos de dengue. Em todo o ano passado, foram 27. Mês passado, 30 pessoas ficaram internadas. Duas delas permanecem hospitalizadas. 

Há quatro óbitos em investigação. Há também um óbito suspeito por Chikungunya sendo investigado. 

Região Central

O aumento dos casos de dengue também é realidade em Ouro Preto. Isso é o que afirmou o secretário municipal de saúde da cidade,  Leandro Moreira. 

“Já tivemos 15 notificações, dessas 14  testaram positivo para dengue. Estamos ampliando a monitorização das residências e dos espaços físicos como lotes, terrenos com os nossos agentes de endemia”, explicou. 

Também já está disponível nas unidades de atendimento de todo o município o teste rápido para a dengue.