Notícias

Audiência na Justiça entre Dodô e Cruzeiro é cancelada; acordo segue indefinido

Por Redação, 02/06/2020 às 16:13
atualizado em: 03/06/2020 às 07:41

Texto:

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

A audiência na Justiça do Trabalho entre Cruzeiro e o lateral-esquerdo Dodô, que estava marcada para acontecer nesta terça-feira, foi cancelada devido à pandemia do novo coronavírus. Ainda não há uma nova data e a situação segue indefinida. O encontro foi agendado após o jogador ter negado o pedido de tutela antecipada para ter o contrato reativado com o clube celeste, além de voltar a treinar na Toca da Raposa II. A informação é do repórter Samuel Venâncio, da Itatiaia.

Dodô chegou a se reapresentar na Toca da Raposa II no início deste ano, mas foi dispensado pelo Núcleo Dirigente Transitório, que tinha acabado de assumir o comando, como uma das ações para redução de gastos no clube. O Conselho Gestor alegou que iria liberar o lateral porque não cumpriria com o acordo firmado pela direção anterior – encabeçada por Wagner Pires de Sá – que previa o pagamento de R$ 8,8 milhões em luvas pelo acionamento do gatilho no contrato de empréstimo que tornava o vínculo definitivo até dezembro de 2023.

Discordando da situação, no fim de março, Dodô entrou com ação na Justiça do Trabalho pedindo para que o Cruzeiro cumpra o acordo firmado pela gestão de Wagner Pires de Sá. No entanto, dois dias depois, o jogador teve o pedido de tutela de urgência negado pela juíza Luciana Alves Viotti, da 39ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, e a audiência marcada para esta terça-feira.

O pagamento seria feito ao longo de 2019 e 2020. Pelo acordo feito com a Sampdoria, da Itália, Dodô chegaria ao Cruzeiro por empréstimo até o fim do ano passado e o clube celeste seria obrigado a exercer a opção de compra caso o lateral fizesse pelo menos três jogos na temporada e a equipe atingisse mais de 15 pontos no Campeonato Brasileiro – o que aconteceu.

Desta forma, a Sampdoria entende que o vínculo não existe mais e Dodô agora pertence ao Cruzeiro.

Por isso, o lateral seguiu treinando no Brasil, mas agora, além do valor milionário das luvas, Dodô quer voltar a utilizar as dependências da Toca da Raposa II. A causa tem valor simbólico de R$ 10 mil.

Contudo, além de assumir a dívida das luvas com Dodô, a antiga direção do Cruzeiro se comprometeu a pagar R$ 1,3 milhão à Sampdoria por 90% dos direitos econômicos do jogador. Mas o valor também não foi quitado com os italianos.

Alternando com Egídio na titularidade, Dodô nunca se firmou no Cruzeiro. Foram 28 jogos com a camisa celeste e um gol marcado.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    As informações sobre a semana e os eventos serão transmitidos nas redes sociais do ministério e da Secretaria Nacional da Juventude.#Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️Técnico do América não poupou críticas à atuação do juiz Felipe Fernandes de Lima no clássico contra o Atlético. #itatiaia

    Acessar Link