Notícias

Aprovado, esquema com três zagueiros deve ser mantido no Atlético contra Flamengo

Por Agência Estado , 07/10/2019 às 10:55
atualizado em: 07/10/2019 às 11:01

Texto:

Foto: Bruno Cantini / Atlético
Bruno Cantini / Atlético

A alternativa tática testada por Rodrigo Santana no Atlético no último domingo (6), no empate por 1 a 1 com o Palmeiras, no Allianz Parque, surtiu o efeito esperado e deve ser mantido para o próximo compromisso do time no Campeonato Brasileiro. Foi o que indicou o técnico Rodrigo Santana após o duelo válido pela 23ª rodada.

Batido pelo Vasco em casa no seu compromisso anterior e em uma sequência de sete derrotas em oito jogos no Brasileirão, o Atlético entrou em campo com uma formação, em tese, bem cautelosa. Santana escalou a equipe com três zagueiros, no esquema 5-4-1. E o time respondeu bem, tendo controlado o Palmeiras no primeiro tempo e criado várias chances de gol, tendo marcado um, com Nathan, na etapa final, se fechou em uma retranca, mas deixou a vitória escapar por conta do gol de Dudu

"Eles responderam muito bem. A gente sabe como é difícil segurar o Palmeiras aqui, então, estou muito satisfeito, parabenizei a todos no vestiário e a gente espera treinar mais para ficar mais eficiente", disse o treinador.

O esquema deverá ser mantido para o compromisso de quinta-feira (10), quando o Atlético vai visitar o Flamengo, no Maracanã. Mas Santana terá vários desfalques, pois Guga e Cleiton foram convocados para a seleção brasileira olímpica, Otero vai defender a Venezuela, Luan está suspenso e Chará segue lesionado. Já Réver, em fase final de recuperação de lesão, deve voltar a ser opção.

Os desfalques devem render novas chances a Patric e Wilson no sistema defensivo. Já Cazares, Maicon Bolt, Geuvânio, Vinicius e Bruninho vão disputar as vagas de Otero e Luan no setor ofensivo

O empate contra o Palmeiras levou o Atlético aos 31 pontos, em 11º lugar no Brasileirão. E Santana acredita que o resultado poderia ter sido ainda melhor se a arbitragem tivesse marcado um pênalti de Felipe Melo em Igor Rabello no primeiro tempo da partida de domingo (6).

"Parece que teve uma penalidade, aos 19, a TV estava mostrando bastante, mas o VAR não foi consultado. A gente sai com essa sensação de que poderia até ter saído com uma vitória, apresar da pressão no final, que é natural, estádio cheio, eles brigando pelo título. Acredito que esse um ponto foi muito válido aqui", comentou.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️ Jogador afirmou não guardar mágoa do Cruzeiro e disse que tem amigos no clube celeste.

    Acessar Link