Notícias

Apendicite: saiba o que é, se existe tratamento e se tem como prevenir

Por Jacqueline Moura/Itatiaia, 20/05/2020 às 17:23
atualizado em: 20/05/2020 às 17:30

Texto:

Foto: Pixabay/ banco de imagens
Pixabay/ banco de imagens

A apendicite é uma inflamação que acomete o apêndice, pequena bolsa que fica no início do intestino grosso e tem como função a produção de células de defesa, mas ela é dispensável para o corpo humano.

De acordo com o médico Marcos Reis, coordenador da equipe de cirurgia do Hospital da Baleia e do Mais Baleia, apendicite é a principal causa de cirurgias abdominais de urgência. Cerca de 10% da nossa população sofrem com a inflamação, principalmente jovens e homens. 

Uma das causas mais comuns da doença é a entrada de fezes no apêndice. Outra causa é o traumatismo direto no apêndice, causando sua ruptura ou impedindo o fluxo de sangue no local. O diagnóstico rápido da apendicite é essencial para início adequado do tratamento, normalmente cirúrgico, para evitar a evolução da inflamação para o estágio mais grave, quando o apêndice estoura e pode haver infecção generalizada por causa da contaminação de outros órgãos.

A confirmação da inflamação pode ser feita pelo médico por meio da palpação, avaliação dos sintomas referidos e pedidos de exames de sangue, de urina e ultrassom abdominal ou tomografia computadorizada.

Tratamento e prevenção

O especialista do Hospital da Baleia alerta que a única maneira eficaz de tratamento da doença é a cirurgia. “Uma das formas de tratamento da apendicite, na maioria dos casos, é a cirurgia para a retirada do apêndice por meio de um pequeno corte no abdômen, ou por vídeo. Em alguns casos, em uma minoria de pacientes, é possível fazer o tratamento com o uso de antibióticos. Caso o apêndice não seja removido, pode ocorrer o seu rompimento, mais conhecido como apendicite supurada, aumentando a possibilidade de libertar bactérias no abdômen e levar à infecção generalizada. 

“Infelizmente, não é possível prevenir a apendicite. Existem lendas que dizem que comer tomate faz mal para o apêndice, que a semente do tomate pode causar uma obstrução e depois a inflamação. Isso não procede, não tem fundamento científico”, explica Marcos Reis.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    “O bolsão que se rompeu possuía a capacidade de 1 milhão de metros cúbicos de água e a barragem que recebeu esse volume de água possuía a capacidade para 4 milhões de metros c...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Motoristas que passam pelo local devem redobrar a atenção, pois houve derramamento de óleo na pista.

    Acessar Link