Notícias

América negocia com bilionário para investir no futebol em projeto clube-empresa

Coelho espera subir de patamar no futebol nacional com melhoria do desempenho esportivo

Por Redação, 03/10/2021 às 11:17
atualizado em: 03/10/2021 às 12:01

Texto:

Foto: América/Divulgação
América/Divulgação

América estuda criação de empresa, junto a investidores, para gerir o futebol

O América caminha a passos largos para se transformar em um clube-empresa. Será criada uma empresa, junto a investidores, para gerir e injetar dinheiro no futebol. Conforme fontes internas do Coelho, a ideia é subir o clube de prateleira, em termos de investimentos, no futebol nacional, com melhoria do desempenho esportivo.

Nesse sentido, o clube negocia acordo com o bilionário norte-americano Joseph Dagrosa, por meio do grupo Kapital Football. Ele ficou conhecido no cenário esportivo ao comprar o Bourdeaux, da França, no fim de 2018. Recentemente, preparou investimentos em clubes da Espanha e Inglaterra. Contato foi feito com o Southampton, tradicional equipe inglesa. 

Há um termo de confidencialidade assinado entre as partes, conforme apurou a reportagem da Itatiaia, o que impede qualquer posição oficial, no momento. Caso a negociação avance, o tema será levado, ainda, ao Conselho do América. 

O processo de transição do América para empresa, conduzido por Marcus Salum, está em estudo há bastante tempo, antes mesmo da sanção, no Brasil, da Lei do Clube-Empresa, que facilita a transformação de clubes em Sociedades Anônimas de Futebol (SAF). 

O América, contudo, não "venderá" o clube, a exemplo de clubes como o Bragantino. Assim, não há possibilidade de serem alterados uniforme e escudos, por exemplo, já que a empresa a ser criada e o investidor serão responsáveis apenas por investimentos e a gestão do futebol. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Entre as mudanças está a redução do intervalo que pessoas infectadas ou que tiveram contato com casos positivos de Covid-19. Veja as novas regras

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Ministério Público investigava uma suposta intervenção da primeira-dama junto à Caixa Econômica Federal para liberação de empréstimos a amigos da família Bolsonaro

    Acessar Link