Notícias

Alencar vibra com fim do tabu do América contra Atlético: ‘Já poderia ter sido quebrado na Libertadores’

Presidente do América aproveitou vitória no Brasileirão para cutucar o rival

Por Redação | 07/05/2022 às 21:12
Mourão Panda / América
Foto: Mourão Panda / América

O presidente do América, Alencar da Silveira Júnior, comemorou a vitória sobre o Atlético por 2 a 1, neste sábado, no Independência, pelo Campeonato Brasileiro. O resultado decretou o fim do tabu de seis anos (21 partidas) sem ganhar do rival. 

Alencar destacou a dedicação do time americano diante da adversidade, por conta da maioria de atleticanos nas arquibancadas do Independência. O mandatário alviverde relembrou a última vitória sobre o Galo, na final do Campeonato Mineiro de 2016, e cutucou dizendo que o tabu poderia ter acabando no primeiro confronto entre as equipes pela Copa Libertadores, quando a arbitragem validou um gol irregular de Ademir no fim da partida que decretou o empate. 

“E com casa cheia. Fomos campeões mineiro em 2016 com 53 mil torcedores no Mineirão. Nós tínhamos mil e poucos torcedores, mas nós mostramos que podíamos fazer a diferença. No último Campeonato Mineiro, tivemos um erro de arbitragem que foi mostrado para todo o Brasil. Na Libertadores, no empate com gosto de derrota, nós vimos um gol [do Atlético] ser validado de forma errada. O tabu já poderia ter sido quebrado na Libertadores, teve um erro em uma competição importante que não tem o VAR”, disse. 

“Os jogadores entraram com muita garra. O Jailson entrou no vestiário e falou uma coisa certa: nós precisávamos fazer a diferença e mostrar que o América é um time de chegada e pode fazer um jogo importante na casa cheia”, completou.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou