Notícias

Agente de saúde é presa por tentar aplicar golpe para receber indenização da tragédia em Brumadinho

Por Redação, 29/08/2019 às 08:06
atualizado em: 29/08/2019 às 08:19

Texto:

Foto: Fernando Moreno/ Estadão Conteúdo
Fernando Moreno/ Estadão Conteúdo

Novas prisões ocorreram nessa quarta-feira (28) por tentativa de golpe para receber indenizações da Vale pela tragédia em Brumadinho, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Entre os detidos, está uma agente de saúde da cidade de Maravilhas, Centro-Oeste de Minas, que é acusada de realizar cadastros falsos.

Além da servidora pública, uma adolescente foi apreendida e dois homens presos pela Polícia Militar (PM), na cidade de Papagaios. Eles estavam indo para Juatuba, na Grande BH, para que a menor de idade se cadastrasse como atingida pelo rompimento da barragem da Vale.

Conforme a investigação da Polícia Civil, os suspeitos rachariam a indenização. Eles foram descobertos após a diretora da escola da adolescente desconfiar. Eles teriam entrado em contradições por várias vezes.

Desde o rompimento da barragem, em 25 de janeiro, casos de tentativa de golpe para receber indenizações foram registrados pela Polícia Civil.

Indenizações

Nos primeiros dias após a tragédia, a Vale realizou o pagamento de um auxílio no valor de R$ 100 mil para cada núcleo familiar das vítimas do rompimento da barragem, tanto as que tiveram o óbito constatado quanto as que estavam desaparecidas.

Posteriormente, acordo de indenização trabalhista foi estabelecido para familiares dos trabalhadores da mineradora, que foram vítimas da tragédia. Pela decisão, cada pai, mãe, cônjuge, companheiro ou filho receberá R$ 700 mil, sendo R$ 500 mil por danos morais e R$ 200 mil por seguro adicional por acidente de trabalho. Irmãos dos empregados falecidos receberão, individualmente, R$ 150 mil por dano moral.

Outro acordo importante foi firmado entre Ministério Público (MP) e Vale e garante o pagamento de um salário mínimo por um ano para todos os moradores adultos de Brumadinho. Adolescentes recebem 50% do salário e crianças 25%. O acordo também contempla quem mora até um quilômetro do Rio Paraopeba, entre Brumadinho e a Hidrelétrica Retiro Baixo, em Pompéu, no Centro-Oeste de Minas.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Material vai trazer fatos inéditos sobre a 1ª versão brasileira da novela Chiquititas, lançada pelo SBT em 1997 #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    De acordo com a UFMG, as doações podem ser de equipamentos (notebook ou computador desktop) ou de recursos financeiros; confira #itatiaia

    Acessar Link