Ouvindo...

Times

Submarino nuclear dos EUA chega à base militar de Guantánamo um dia após navios russos pararem em Cuba

Navios militares russos têm feito testes militares no Oceano Atlântico e chegaram nesta quarta-feira (12)

Os Estados Unidos enviaram um submarino nuclear de ataque rápido para Baía de Guantánamo nesta quinta-feira (13). A movimentação aconteceu um dia depois da chegada de navio de guerra russos à Cuba - as embarcações foram enviadas para fazer exercícios militares no Oceano Atlântico e devem ficar no local até dia 17 de junho.

Conforme informações do Comando Sul do exército americano, o submarino, que tem o nome USS Helena, consegue fazer ofensivas nucleares e está nas bases militares dos EUA em Guantánamo, país caribenho que possui uma base militar americana. O órgão classificou a parada no local como uma visita de porto rotineira.

A tensão entre Estados Unidos e Rússia se intensificou na região porque uma das embarcações enviadas pelo país europeu também possui capacidade nuclear. Apesar da reação americana, o Conselheiro de Segurança, Jake Sullivan, afirmou que a movimentação russa não representa uma ameaça, contudo, ele enviou uma frota para monitorar os navios da Rússia.

Leia também

Segundo o Ministério das Relações Exteriores de Cuba, não há uma operação entre os dois países. “Nenhum dos barcos carrega armas nucleares, então a parada no nosso país não representa uma ameaça para a região”, explicou o órgão.

As quatro embarcações russas têm feito simulações militares no Oceano Atlântico. Uma delas simulou ataques a alvos marítimos a 600 quilômetros de distância com mísseis hipersônicos. As informações são do Ministério da Defesa Russo.


Participe dos canais da Itatiaia:

Ana Luisa Sales é estudante de jornalismo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Na Itatiaia desde 2022, já passou por empresas como ArcelorMittal e Record TV Minas. Atualmente escreve para as editorias entretenimento, curiosidades e cidades.
Leia mais