Ouvindo...

Times

ICQ, serviço de mensagens anterior ao MSN, vai acabar depois de 28 anos no ar

Serviço vai encerrar as atividades a partir do dia 26 de junho; no seu auge, em 2001, aplicativo contabilizava mais de 100 milhões de usuários cadastrados

Os primeiros usuários da internet devem se lembrar do ICQ, um serviço de mensagens instantâneas anterior ao MSN Messenger e ao WhatsApp. O serviço que marcou gerações está com os dias contados, segundo a empresa russa VK, que administra o ICQ desde 2010. Na última sexta-feira (24), a VK anunciou que o ICQ deixará de existir a partir do dia 26 de junho.

O ICQ foi um dos primeiros serviços de mensagens instantâneas, o que permitia que os usuários conversassem em tempo real. Criado há 28 anos, ele ficou marcado pela logo de flor verde e pelo som “Uh oh!”, que tocava quando o usuário recebia uma nova mensagem. Cada pessoa tinha um número que a identificava e também era permitido enviar mensagens via SMS e para aqueles que estivesse offline.

O serviço de mensagens foi criado em 1996 pela empresa israelense Mirabilis e, em 1998, foi comprado pela AOL (America Online) por cerca de US$ 400 milhões. Em 2001, o ICQ chegou a ter mais de 100 milhões de usuários cadastrados, mas depois começou a perdeu popularidade para o seu sucessor, o MSN Messenger. Em 2010, a AOL vendeu o aplicativo para a Digital Sky Technologies, dona da VK, na época chamada de Mail.ru.

Leia também


Participe dos canais da Itatiaia:

Fernanda Rodrigues é repórter da Itatiaia. Graduada em Jornalismo e Relações Internacionais, cobre principalmente Brasil e Mundo.
Leia mais