Ouvindo...

Times

Após falas do Presidente, Espanha retira ‘definitivamente’ embaixadora na Argentina; Milei reage

A tormenta diplomática foi desatada no fim de semana, durante uma visita de Milei a Madri

A Espanha, por meio de seu ministro das Relações Exteriores, José Manuel Albares, informou nesta terça-feira (21) que sua embaixadora na Argentina foi retirada definitivamente do país, em meio à tensão entre os dois governos. “Anuncio a vocês que retiramos nossa embaixadora em Buenos Aires. A embaixadora ficará definitivamente em Madri. A Argentina continuará sem embaixador”, afirmou Albares, em entrevista coletiva na capital espanhola.

A decisão de retirar María Jesús Alonso do posto em Buenos Aires foi tomada após embates entre o premiê espanhol, o socialista Pedro Sánchez, e o presidente argentino, Javier Milei.

Leia também

Após a notícia, Milei disse em entrevista ao canal de notícias La Nación que a medida lhe parecia “um disparate próprio de um socialista arrogante” e acrescentou que “os socialistas são capazes de fazer qualquer coisa”. Ao ser consultado sobre se a Argentina tomará medida similar, Milei negou.

Milei afirmou que vem sendo vítima de críticas de vários ministros de Sánchez que atacaram sua índole, em referência também à insinuação do ministro de Transportes espanhol, Oscar Puente, de que o presidente argentino usava drogas. A tormenta diplomática foi desatada no fim de semana, durante uma visita de Milei a Madri na qual ele criticou Sánchez e qualificou sua mulher, Begoña Gómez, como corrupta.

As declarações de Milei, dadas durante reunião de dirigentes de ultradireita da Europa, fizeram a Espanha convocar sua embaixadora na Argentina para consultas e exigir um pedido de desculpas. Em tom provocativo, porém, Milei disse que “sob nenhum ponto de vista” pediria desculpas pelas críticas a Sánchez e sua mulher.


Participe dos canais da Itatiaia:

Acompanhe as últimas notícias produzidas pelo Estadão Conteúdo, publicadas na Itatiaia.
Leia mais