Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Secretário-geral da ONU condena ataque iraniano a Israel: ‘Apelo à cessação imediata’

António Guterres emitiu um comunicado sobre o conflito na noite deste sábado

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, condenou a escalada das tensões militares representada pelo ataque amplo do Irã contra Israel. “Apelo à cessação imediata destas hostilidades”, exortou, em comunicado divulgado neste sábado.

Guterres se disse “profundamente alarmado” com o risco de um conflito amplo no Oriente Médio e pediu que todos os atores envolvidos exerçam “máxima restrição” para evitar confrontos.

“Tenho enfatizado repetidamente que nem a região nem o mundo podem permitir-se outra guerra”, ressaltou o secretário-geral da ONU.

Leia também

Ataques a Israel

No início da noite deste sábado, o Irã lançou mais de 200 drones em direção a Israel, em um ataque que marca uma escalada significativa do conflito entre os dois países. A informação foi compartilhada pelo porta-voz do exército israelense, Daniel Hagari, à imprensa do país.

Pouco tempo depois, o Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica, um corpo de elite ligado ao exército iraniano, emitiu um comunicado confirmando o ataque a Israel.

Segundo eles, os drones são uma resposta a um ataque promovido pelas forças armadas de Israel, que destruiu o consulado iraniano em Damasco, na Síria, no início deste mês. Na ocasião, membros do exército iraniano foram mortos, incluindo dois generais.

Após a onda de lançamentos, o Irã confirmou o fim do ataque militar a Israel. O governo israelense afirma que a maioria dos drones foi interceptada.

Porém, o porta-voz do exército israelense, Daniel Hagari, confirmou que alguns mísseis iranianos caíram no país, causando o que ele chamou de danos menores a uma base militar, no deserto do Neguev.

Contudo, a agência de notícias estatal iraniana IRNA, afirmou que “imagens e dados indicam que a base foi atingida com força”. No ataque não houve vítimas.

Na tentativa de impedir que um dos drones caísse namesma região, em Neguev, uma criança de 10 anos ficou gravemente ferida por fragmentos de um míssil antiaéreo, disparado por Israel. O menino sofreu uma lesão na cabeça e chegou a ficar desacordado. Ele foi encaminhado para um hospital para receber atendimento médico.

O ministro da Defesa de Israel, Yoav Gallant, enfatizou que o sistema de defesa mantém a máxima prontidão contra novas tentativas de um ataque iraniano.

*Com informação de AFP


Participe dos canais da Itatiaia:

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais