Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Chat GPT: conheça formas seguras de usar inteligência artifical da Open IA

Especialista indica maneiras de usar a ferramneta de maneira útil e eficaz para prevenir problemas nos resultados gerados pela IA

O Chat GPT, ferramenta de inteligência artificial da Open IA, é uma das mais populares da internet, mas ainda enfrenta dúvidas de usuários que tem dificuldade em utilizá-la de maneira útil e eficaz. O acesso é gratuito e pode ser aplicado em tarefas básicas do dia a dia da população. Veja o vídeo:

Durante o programa Rádio Vivo desta sexta-feira (23), o colunista da Itatiaia, Tiago Belotte, especialista em Competências Digitais, deu dicas para fazer o uso seguro da plataforma, que é demandada para as mais diferentes funções.

É o caso de receitas gastronômicas, roteiros de viagens, tradução de idiomas, elaboração de textos e resolver contas matemáticas, conforme explicou o especialista.

No entanto, o Chat GPT também envolve riscos e demanda atenção para fazer o uso eficiente da ferramenta, lançada pela Open IA em 2022.

Os resultados podem variar de acordo com as instruções dadas pelo usuário - que, muitas vezes, precisam dedicar tempo para entender o funcionamento da inteligência artifical. A tecnologia ainda é recente e está em constante evoluação.

Leia também

O que é o Chat GPT?

O Chat GPT é uma ferramenta de Inteligência Artificial (IA) generativa, capaz de gerar conteúdo em formato de texto e participar de conversas.

De acordo com Tiago Belotte, ele funciona como uma “lógica de sala de bate-papo”, respondendo a perguntas e interagindo com os usuários.

O Chat GPT oferece ajuda no desenvolvimento de temas ou na resposta das mais variadas questões.

O especialista recomenda começar a usar a ferramenta fazendo perguntas simples para se familiarizar com os tipos de respostas, que podem variar de acordo com a instrução fornecida.

Na última semana, a Open IA anunciou o desenvolvimento de uma nova ferramenta (Sora) para o criação de vídeos por inteligência artifical, em uma lógica semelhante ao Chat GPT. Entenda!

“Alucinações”

Tiago explica que a versão gratuita do Chat GPT, disponível na web, tem dados atualizados até abril de 2023, o que significa que não possui informações sobre eventos ocorridos após essa data.

Além disso, o colunista da Itatiaia destaca que a IA pode apresentar “alucinações”, ou seja, ocasionalmente fornecer respostas incorretas, que não condizem com a realidade.

Portanto, é crucial verificar as respostas fornecidas pelo Chat GPT em outras fontes, especialmente ao lidar com informações muito específicas.

A versão gratuita da ferramenta não tem acesso a internet e a base de dados limitada pode causar erros na criação de conteúdo pela IA, disse Tiago.

O especialista explica que o Chat GPT pode responder perguntas históricas sobre a origem de Belo Horizonte, por exemplo, mas não pode fornecer informações atualizadas sobre eventos contemporâneos, como a atual situação da guerra entre Rússia e Ucrânia.

Orientações

Em entrevista a Itatiaia, Tiago Belotte deu dicas de formas simples e práticas para usar a plataforma da Open IA na sua rotina.

  • Roteiro de viagens:

O Chat GPT pode ser utilizado para planejar viagens, criando roteiros personalizados. Ao fornecer instruções específicas sobre preferências e duração da viagem, ele pode fazer perguntas para gerar o melhor resultado, de acordo com as demandas do usuário.

“Eu sou muito específico nas perguntas que eu faço, isso é muito importante. Por exemplo, eu vou fazer uma viagem para Tiradentes (MG), que vai durar quatro dias. E aí, ele (Chat GPT) começa a te fazer uma série de perguntas para criar um roteiro de lugares para visitar em Tiradentes, que faz sentido para mim e para minha família”

O chatbot pode fazer uma série de perguntas ao usuário para desenvolver uma resposta adequada, como: “O que você gosta?”, “Você gosta de Museu?”, “Você gosta de bar?”, “Você gosta de restaurante?”, dentre outros.

  • Receitas:

Para o almoço, o Chat GPT pode oferecer sugestões de receitas com base nos ingredientes disponíveis em sua geladeira. No entanto, o usuário deve especificar suas preferências.

A partir do resultado, Tiago recomenda continuar a interação com a IA para aprimorar as sugestões dadas pela ferramenta.

“Por exemplo, eu não gosto muito de ovo ou lembrei que não quero fazer nada com arroz. Você (Chat GPT) pode me dar outra sugestão? Converse com ele como se fosse uma outra pessoa mesmo”, indica o especialista.

  • Tradução de idiomas:

A ferramenta da Open IA também pode ser usada para tradução de idiomas, permitindo conversas em diferentes línguas. É possível solicitar correções, praticar idiomas ou até mesmo fazer a revisão de textos em outra língua.

  • Delimitar funções:

Tiago afirma que é fundamental o usuário delimitar as funções do Chat GPT, antes de fazer perguntas específicas, oferecendo contexto para respostas mais precisas e coerentes. Isso é uma forma de treinar a ferramenta, segundo ele.

Ao solicitar a geração de texto, é importante indicar o tipo de conteúdo desejado. “É muito interessante explicar para o Chat GPT que tipo de texto você quer. Por exemplo, você pode pedir para explicar a história do Brasil para uma criança de 5 anos”, disse.

  • Aperfeiçoamento:

Por fim, o especialista afirma que a interação contínua com o Chat GPT é essencial para aprimorar os resultados. O usuário pode refinar as perguntas e instruções durante a conversa, melhorando a relevância e precisão das respostas.

Também é possível separar as conversas para lidar com diferentes tópicos de forma organizada. Segundo o entrevistado, iniciar uma nova conversa facilita a mudança de foco e a continuidade de interações específicas com a IA.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Formado em Jornalismo pela UFMG, com passagens pelo jornal Estado de Minas/Portal Uai. Hoje, é repórter multimídia da Itatiaia.
Leia mais