Ouvindo...

Times

Jenna Gray, do Gerdau Minas, avalia temporada e diz como se sente no Brasil

Levantadora norte-americana foi titular durante temporada 2023/2024

A norte-americana Jenna Gray foi um dos destaques do Gerdau Minas na temporada. A jogadora foi titular maior parte da temporada, ficando de fora apenas por um período de lesão. Em entrevista à Itatiaia, a levantadora avaliou a temporada e falou como foi a adaptação no Brasil.

“Muito feliz. Nós fizemos as finais de 5 de 5 (torneios), acho que ganhamos de 3 de 5. Então, claro que pode ser melhor, mas para mim, eu ainda estou tão feliz. E não mesmo sobre os títulos, mas mais sobre a força que mostramos nos momentos difíceis. Então, uma ótima temporada.”, pontuou.

Jenna sofreu uma entorse com lesão ligamentar e pequena fratura óssea no tornozelo esquerdo. A jogadora ficou de fora do Mundial de Clubes e de parte da Superliga.

A levantadora comentou sobre o processo de recuperação. Na avaliação da própria atleta, além da questão física, o desafio foi sobre a parte mental.

“Foi muito difícil. Eu acho muito mais do lado mental. Uma vez que eu estava fisicamente liberada para jogar, eu ainda não me sentia confortável, ou 100%, movimentos que eram difíceis para eu ainda conseguir, mas poder lutar por isso. No final da temporada, quando eu comecei a me sentir fisicamente normal, isso fez as coisas se sentirem muito mais calmas”, finalizou.

Adaptação ao Brasil

Jenna Gray foi contratada em agosto de 2023. No primeiro ano no Brasil, ela pontuou como se sentiu acolhida ao longo de toda a temporada.

“Como estrangeiro, a gente aprende muito e conhece uma cultura diferente. Aqui há muita energia aqui e paixão. E às vezes pode ser tão surpreendente, especialmente para os americanos, porque todo mundo está sempre gritando e abraçando e tudo. Mas ainda assim, é ótimo, eu amo isso. Eu diria que amo o Brasil, especialmente Belo Horizonte. Eu me sinto tão bem-vinda aqui”, comentou.

Antes do Minas, ela atuou por Dresdner, da Alemanha, e RC Cannes, da França, e Universidade de Stanford. No voleibol universitário, a nova atleta do Minas foi eleita três vezes a melhor levantadora da NCAA, liga universitária dos Estados Unidos.

A levantadora despistou quando perguntada, mas segundo apurou a Itatiaia, a jogadora permanecerá na equipe minas-tenista.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Leonardo Parrela é repórter multimídia na área de esportes na Itatiaia. É formado em Jornalismo pela PUC Minas. Antes da Itatiaia, colaborou com Globo Esporte, UOL Esporte e Hoje Em Dia, onde cobriu Copa do Mundo, Olimpíada e grandes eventos.
João Vitor Cirilo é âncora e repórter. Jornalista na Itatiaia desde 2019, apresenta o Rádio Esportes e ancora as Jornadas Esportivas. Cobre futebol e também o esporte olímpico, no podcast Todo Esporte.
Leia mais