Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Morre Joana Neves, medalhista paralímpica de natação

Nadadora potiguar faleceu em São Paulo após uma parada cardiorrespiratória

Na madrugada desta segunda-feira (18), faleceu a nadadora paralímpica Joana Neves, aos 37 anos. A informação foi divulgada pela Sociedade Amigos do Deficiente Físico (Sadef), clube em que a atleta atuava.

De acordo com a organização, Joana encontrava-se em São Paulo para a realização de exames na busca por um diagnóstico para os episódios de convulsão que vinha apresentando.

Ao sentir-se mal na noite deste último domingo (17), no Centro de Treinamento Paralímpico, a atleta foi conduzida ao hospital, contudo, não sobreviveu a uma parada cardiorrespiratória.

Ainda não foi divulgado pela família da nadadora as informações sobre o velório a ser realizado.

Natural da cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, Joana Neves nasceu com acondroplasia, condição que afeta o crescimento dos ossos. Começou a nadar aos 10 anos de idade, por recomendação médica, e acabou se apaixonando pelo esporte. Com 13 anos começou a competir na modalidade, e, logo aos 14 anos, participou de seu primeiro torneio internacional.

Também conhecida como “Joaninha”, a nadadora faturou quatro medalhas paralímpicas ao longo da carreira. Foram duas de prata e duas de bronze em Londres 2012 e no Rio 2016.

Além disso, Joana subiu 15 vezes em pódios de competições mundiais. Chegou a ser eleita Melhor Nadadora Paralímpica do Brasil no Troféu Best Swimming, no ano de 2020, e somou vários outros recordes na modalidade.

Confira o comunicado oficial

"É com profunda tristeza que comunicamos o falecimento da renomada atleta paralímpica Joana Neves, ocorrido durante a madrugada de hoje. Joana era uma inspiração para todos nós, não apenas pelo seu talento esportivo, mas também pela sua determinação, coragem e espírito resiliente.

Joana deixou um legado marcante no mundo do esporte paralímpico, conquistando inúmeras medalhas e admiradores ao redor do mundo. Sua dedicação e paixão pelo esporte serviram de exemplo para muitos, e seu impacto será lembrado e celebrado por gerações.

Neste momento de luto e dor, expressamos nossas mais sinceras condolências à família, amigos e colegas de equipe de Joana Neves. Que encontrem conforto e forças para superar essa perda irreparável.

Informaremos em breve o local e horário em que o corpo de Joana será velado, para que todos os que desejarem prestar suas últimas homenagens possam fazê-lo.

Que a memória de Joana Neves permaneça viva em nossos corações, inspirando-nos a perseguir nossos sonhos com a mesma determinação e paixão que ela demonstrou ao longo de sua vida.

Descanse em paz, querida Joana. Seu espírito valente e sua luz continuarão a brilhar em nossas lembranças para sempre”.

Leia também

Participe dos canais da Itatiaia Esporte:

Ana Luiza Pereira é jornalista em formação pela PUC Minas. Com passagens por TV Horizonte, Rádio Inconfidência e Rede Minas, dedica-se à cobertura esportiva e integra o time do Itatiaia Esporte.
Leia mais