Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Messi e Di María podem reforçar a Argentina na Olimpíada de Paris, diz Mascherano

Técnico foi campeão olímpico no futebol masculino ao lado da dupla, em 2008, em Pequim, na China

FBL-WC-2026-SAMERICA-QUALIFIERS-ARG-ECU

Messi e Di María se abraçam em comemoração de gol da Argentina

JUAN MABROMATA/AFP

Responsável por derrotar e deixar a Seleção Brasileira de fora dos Jogos Olímpicos de Paris, a Argentina pode ter mais dois motivos para comemorar. Após o fim da partida, na Venezuela, o técnico Javier Mascherano afirmou que vai convidar Lionel Messi e Ángel Di María para que eles disputem a Olimpíada em 2024.

Velhos conhecidos, Mascherano, Messi e Di María foram campeões olímpicos juntos em 2008, em Pequim, na China. Os três, inclusive, foram titulares na vitória da Argentina contra a Nigéria na decisão, por 1 a 0, com gol de Di María. Aquela seleção também tinha outros nomes bastante conhecidos, como Sergio Romero, Zabaleta, Gago, Riquelme e Aguero.

Em entrevista à TyC Sports, Mascherano disse que tem a “obrigação de chamá-los” para a Olimpíada de Paris, mas ressaltou que não será fácil convencer Messi e Di María. A dupla foi campeã mundial no Catar, em 2022.

“Tem que ser precavido, obviamente vamos nos falar. Com Leo e Ángel, temos uma relação espetacular, somos amigos. Como treinador, tenho a obrigação de convidá-los, mas entendo que eles têm outros compromissos e dependerá disso. Não é tão simples”, declarou.

Ainda conforme Mascherano, Messi ligou para ele após a vitória histórica da Argentina contra o Brasil, pelo Pré-Olímpico Masculino.

“Ele nos felicitou. Sabemos que o Leo é muito torcedor da Seleção e segue todas as categorias juvenis. Haverá tempo para a gente conversar”, encerrou.

Leia Também

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Leonardo Garcia Gimenez é repórter multimídia na Itatiaia. Natural de Arcos-MG e criado em Iguatama-MG. Passou também pela Record Minas.
Leia mais