Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Bahia termina janela sem lateral-esquerdo e com uma contratação

Carlos de Pena foi o único investimento feito pelo tricolor na janela especial de transferências da CBF

Diferente do que aconteceu no início da temporada, o Bahia foi discreto na janela de transferências especial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A principal carência da equipe, um lateral-esquerdo, não foi cumprida, e a única contratação foi o meia Carlos de Pena.

O uruguaio foi anunciado no dia 11 de abril e já realizou duas partidas com a camisa tricolor, em ambas entrando no segundo tempo. Ele estava no Internacional, mas não seria aproveitado pelo técnico Eduardo Coudet.

Sem lateral-esquerdo?

Recentemente, o técnico Rogério Ceni assumiu a responsabilidade por liberar dois laterais-esquerdos que estavam no elenco do Bahia no início da temporada: Matheus Bahia e Camilo Cándido.

“Os dois [Camilo Cándido e Matheus Bahia] são pessoas sensacionais. Camilo sofria bastante na marcação. Teve uma proposta. Me consultaram, e eu disse que, se fosse boa para ele, [poderia liberar]. O clube achou por bem. Matheus Bahia é muito bom jogador, mas na parte física estava abaixo. A última palavra [para liberar] foi a minha”, explicou.

Vale lembrar que o Esquadrão assinou um pré-contrato com Iago Borduchi, que defende o Augsburg, da Alemanha. Ele, no entanto, só chegará em julho. Sem alguém da posição, o Bahia tem improvisado Rezende e Luciano Juba no setor.

A próxima janela de transferências da CBF será aberta no dia 10 de julho e fechada em 2 de setembro.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais