Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Presidente do Sport critica decisão do STJD de punir clube: ‘Arbitrária’

Em longo pronunciamento, Yuri Romão prometeu que vai tentar reverter a decisão ‘pelos meios legais’

O presidente do Sport se posicionou, nesta sexta-feira (23), sobre a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que proibiu a presença da torcida do clube nos jogos válidos por competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Em longo pronunciamento, Yuri Romão classificou a medida como “arbitrária” e prometeu tentar revertê-la “pelos meios legais”.

A decisão ocorre dois dias depois de o ônibus do Fortaleza ser atingido por pedras e bombas a sete quilômetros da Arena de Pernambuco, localizada em São Lourenço da Mata (PE). Seis jogadores tricolores ficaram feridos.

O presidente rubro-negro alega que o Sport realizou tudo o que estava ao seu alcance para garantir a segurança do jogo, válido pela 4ª rodada da Copa do Nordeste. No entanto, entende que o atentado é um problema de Segurança Pública, e não do clube.

“Uma decisão arbitrária (...) O Sport não pode ser penalizado por um problema de Segurança Pública, que não ocorre somente em nosso estado. Ocorre no Brasil todo. Mesmo assim, só o Sport está sendo punido. Diante disso, não abaixaremos nossa cabeça. Enfrentaremos, pelos meios legais, para tentar reverter essa decisão”, afirmou.

Yuri Romão ainda opinou que a punição só ocorreu porque se trata de um clube do Nordeste, e citou outros casos do futebol brasileiro.

“Estão punindo um clube de Pernambuco, do Nordeste, apenas por conta do seu CEP. Por que digo isso? Tivemos o caso do Internacional, em que o atleta Nico Hernández foi atingido por pedras. Tivemos o caso do Grêmio, que, ao chegar no Beira-Rio, teve o ônibus apedrejado. Tivemos o caso do Bahia, em que o goleiro Danilo Fernandes foi atingido por uma bomba. Tivemos o caso de Flamengo e Atlético Mineiro, em que também tivemos um caso semelhante. O Botafogo, o Fluminense, que ao chegar no Nilton Santos, teve o ônibus apedrejado. Por que somente o Sport Club do Recife é punido?”, questionou.

O Sport tem, em seu calendário de 2024, três competições organizadas pela CBF: a Copa do Nordeste, a Copa do Brasil e a Série B do Campeonato Brasileiro.

A decisão do presidente do STJD, José Perdiz de Jesus, será válida “até que seja julgada pela Comissão Disciplinar competente a futura denúncia a ser proposta pela Procuradoria de Justiça Desportiva”. A Polícia Civil de Pernambuco afirmou, nesta sexta, que já identificou “algumas pessoas” envolvidas no crime.

Leia também

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais