Ouvindo...

Times

Capitão da Seleção discute com torcedores após empate contra a Costa Rica; assista

Danilo aparece em vídeo dizendo que ninguém está brincando no elenco do Brasil; torcedores estavam com camisa de movimento organizado

O lateral-direito Danilo bateu boca com alguns torcedores após o empate da Seleção Brasileira com a Costa Rica, 0 a 0, na noite de segunda-feira (24). Ele estava na arquibancada do SoFI Stadium, na região de Los Angeles, nos Estados Unidos, atendendo algumas pessoas quando foi cobrado por algumas pessoas que estavam em um setor superior do estádio.

“Não tem ninguém brincando aqui, não. Não tem brincadeira, rapaz”, disse Danilo.

Na imagem captada, aparecem alguns torcedores vestindo a camisa tradicional do Movimento Verde Amarelo, que se declara torcida organizada da Seleção Brasileira. Um dos homens bate no braço, no típico gesto pedindo raça. Em outro trecho, o atacante Neymar, que está fora da Copa América machucado, é quem aparece correndo, dentro do campo, para tirar Danilo da confusão.

“Tem que nos respeitar”, prosseguiu Danilo, que aos 32 anos é o capitão da Seleção na Copa América e principal líder do elenco. É ele, por exemplo, que fica com a palavra nas preleções pré-jogos.

O empate do Brasil na estreia, contra a Costa Rica, foi um péssimo resultado. Como a Colômbia venceu o Paraguai também nesta segunda, por 2 a 1,em Houston, a Seleção está na segunda posição do Grupo D, ao lado dos costa-riquenhos. Somente os dois primeiros de cada chave avançam para as quartas de final.

Com Dorival Júnior como treinador, que assumiu em janeiro de 2024 substituindo Fernando Diniz, a Seleção tem cinco jogos, com três empates e duas vitórias.

Nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026, o Brasil está apenas na sexta colocação, com sete pontos em seis partidas. É o limite da zona de classificação direta.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas em 2000, trabalhou como repórter e editor no Diário Lance, como repórter no GE.com, Jornal da Tarde (Estadão), Portal IG, como repórter e colunista (Painel FC) na Folha de S. Paulo e manteve uma coluna no portal UOL. Cobriu in loco três Copas do Mundo, quatro Copas América, uma Olimpíada, Pan-Americano, Copa das Confederações, Mundial de Clubes, Eliminatórias e finais de diversos campeonatos.
Leia mais