Ouvindo...

Times

Seleção enfrenta Inglaterra na estreia de Dorival em jogo de ‘alto risco’

Treinador admite que enfrentar um rival forte, com trabalho consolidado, logo de cara pode escancarar certas fragilidades; amistoso será neste sábado (23), em Wembley

Dorival Júnior foi sincero ao analisar o que espera de sua estreia como treinador da Seleção Brasileira neste sábado (23), contra a Inglaterra, no estádio de Wembley, em Londres.

“Será um jogo com alto risco, mas temos que assumi-lo”, disse o treinador. O confronto começa às 16h (de Brasília).

Dorival parece um pouco incomodado, desde que foi apresentado, sobre ter dois confrontos tão difíceis logo de cara: depois da Inglaterra, a rival será a Espanha, em Madri, na terça-feira (26).

O treinador admite que o time, neste início de trabalho, pode não ter o equilíbrio necessário durante os 90 minutos e apresentar certas fragilidades. O que pode ser fatal contra um rival que tem um técnico, Gareth Southgate, com trabalho consolidado desde 2016.

“Temos que assumir esses riscos que vamos ter. Compensar algumas fragilidades com uma entrega maior, são três, quatro treinos, então a dificuldade no início é normal. Peço paciência porque entendo que no final do processo o torcedor voltará a ter orgulho da Seleção Brasileira”, disse Dorival.

Segundo o treinador, um jogo de alto nível como o deste sábado pode se tornar traiçoeiro pela falta de conjunto de sua equipe.

“Por isso que busquei na equipe jogadores que estivessem mais acostumados, nos clubes, com a forma de jogar que planejamos”, afirmou o treinador.

O primeiro time de Dorival

Serão cinco estreantes, quase meio time do time portanto: Bento, Fabrício Bruno, Beraldo, Wendell e João Gomes.

“Todos são jogadores jovens, mas que atuam em grandes clubes do Brasil e da Europa, com a pressão natural do futebol. A escolha dos titulares tem o merecimento, pelo que vimos essa semana, mas também a ideia de uma base para ajudar nesse início de processo”, disse Dorival Júnior.

Dorival preferiu, segundo ele, manter do meio para frente uma espinha dorsal de trabalhos anteriores, de Tite e Fernando Diniz. A ideia é que, como teve pouco tempo de trabalho, e terá pela frente um rival forte, mexer na estrutura poderia causar impacto no equilíbrio da equipe.

Por isso que uma ideia analisada no início de semana de ter Endrick como titular foi descartada. Como Richarlison ainda não está 100% fisicamente ao se recuperar de uma lesão, a ideia de Raphinha, ao lado de Vini Jr. e Rodrygo, foi testada e aprovada.

No meio de campo, sem Casemiro, machucado, Dorival optou por colocar Bruno Guimarães como uma espécie de primeiro volante, e dar chance a João Gomes como segundo homem do setor.

Lucas Paquetá volta à titularidade depois de ficar fora de três convocações por causa da investigação que sofre da FA, a Federação Inglesa, em suspeita de manipulação em apostas esportivas.

Douglas Luiz também treinou na função de João Gomes em alguns momentos da semana. Os quatro jogam na Premier League, a elite do futebol inglês, o que na visão da comissão técnica pode ajudar em dinâmica de jogo justamente pelo rival ser a Inglaterra. Por isso, por exemplo, André, do Fluminense, foi descartado.

A defesa é a que sofre mais mudanças, também por lesões. O goleiro Ederson e os zagueiros Marquinhos e Gabriel Magalhães, que seriam titulares, foram cortados por lesões, o que abriu a brecha para Bento, Fabrício Bruno e Beraldo.

Na Inglaterra, Saka foi cortado por causa de lesão e Harry Kane é dúvida devido a dores no tornozelo.

Inglaterra x Brasil

Inglaterra

Pickford; Walker, Stones, Maguire e Chiwell; Palmer, Rice, Foden, Rashford e Bellingham; Watkins (Kane). Técnico: Garreth Southgate

Brasil

Bento; Danilo, Fabrício Bruno, Beraldo e Wendell; Bruno Guimarães, João Gomes e Lucas Paquetá; Raphinha, Rodrygo e Vinícius Júnior. Técnico: Dorival Júnior

Motivo: amistoso
Data e horário: 23 de março de 2024 (sábado), às 16h (de Brasília)
Local: Wembley, em Londres

Árbitro: Artur Soares Dias (Portugal)
Auxiliares: Paulo Soares (Portugal) e Pedro Ribeiro (Portugal)
Transmissão: TV Globo, SporTV e Ge.com

Leia também

Participe dos canais da Itatiaia Esporte:

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas em 2000, trabalhou como repórter e editor no Diário Lance, como repórter no GE.com, Jornal da Tarde (Estadão), Portal IG, como repórter e colunista (Painel FC) na Folha de S. Paulo e manteve uma coluna no portal UOL. Cobriu in loco três Copas do Mundo, quatro Copas América, uma Olimpíada, Pan-Americano, Copa das Confederações, Mundial de Clubes, Eliminatórias e finais de diversos campeonatos.
Leia mais