Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Dorival Júnior fala em minimizar erros para sua primeira convocação pela Seleção

Lista para amistosos contra Espanha e Inglaterra sairá em 1º de março; treinador diz que começa a se ambientar no ritmo diferente de trabalho

Dorival Júnior vai anunciar em 1º de março sua primeira lista de convocados como técnico da Seleção Brasileira. Os amistosos serão contra a Inglaterra, em Londres, dia 23 de março, e frente a Espanha, em Madri, três dias depois.

Anunciado em 11 de janeiro, o treinador admitiu certo estranhamento com a diferença da dinâmica de trabalho.

“Trabalho diferente dos clubes, outros que já passaram aqui sabem o que eu falo. No clube você tem partida domingo, e na segunda já está no campo buscando as correções. Na Seleção é diferente, é um trabalho de avaliação nesse primeiro momento”, disse Dorival, que substitui o amigo Fernando Diniz, do Fluminense.

O treinador disse que ele e seus auxiliares estão buscando errar o mínimo possível na primeira lista.

“Avaliar todos aqueles que estão merecendo oportunidade, e errar o mínimo nessa convocação. Ter atenção especial nos campeonatos internos, aliado com aqueles que estão fora, para termos o maior número possível de dados e minimizar possíveis falhas”, disse Dorival.

Na segunda-feira (29) foi anunciado que o ex-goleiro Taffarel, campeão do mundo em 1994, retornou à comissão técnica como preparador para a posição. Ele esteve nas Copas do Mundo de 2018 e de 2022, com Tite, e havia saído em dezembro de 2022, após o Mundial do Catar.

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, busca agora contratar um diretor de Seleções e um coordenador, que estará no dia a dia com Dorival. Para diretor o principal nome é o de Rodrigo Caetano, atualmente no Atlético, que esteve na segunda-feira na CBF conversando com o dirigente.

Leia também

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas em 2000, trabalhou como repórter e editor no Diário Lance, como repórter no GE.com, Jornal da Tarde (Estadão), Portal IG, como repórter e colunista (Painel FC) na Folha de S. Paulo e manteve uma coluna no portal UOL. Cobriu in loco três Copas do Mundo, quatro Copas América, uma Olimpíada, Pan-Americano, Copa das Confederações, Mundial de Clubes, Eliminatórias e finais de diversos campeonatos.
Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Leia mais