Ouvindo...

Times

Carlos Augusto diz que recusou Itália para ‘realizar sonho’ da Seleção Brasileira

Lateral deve substituir Arana no jogo do Brasil contra o Uruguai pelas Eliminatórias

O lateral Carlos Augusto tinha a oportunidade de defender a Itália, mas abriu mão para realizar o sonho de vestir a camisa da Seleção Brasileira. O jogador deve fazer sua estreia pela Canarinha como substituto do atleticano Guilherme Arana no jogo do Brasil com o Uruguai, na terça-feira (17), às 21h (de Brasília), em Montevidéu, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2026.

“Fui chamado (pela Itália), mas nem pensei na hipótese de aceitar. Cresci no Brasil. Por respeito aos italianos, não me via como italiano, meu coração sempre foi brasileiro, nem pensei na hipótese de ir. Estou realizando um sonho. A gente se torna jogador para jogar partidas assim, difíceis. Se tiver oportunidade, quero estar pronto para ajudar meus companheiros. Dá um frio na barriga, mas vou tentar agarrar a oportunidade ao máximo”, disse Carlos Augusto.

O defensor da Inter de Milão fez uma análise do que o Brasil pode esperar em seu próximo compromisso nas Eliminatórias.

“A seleção uruguaia tem história, grandes jogadores, temos que estar bem preparados para focar na partida. Será difícil jogar na casa deles, é entrar concentrado e dar o nosso melhor”, afirmou.

Carlos Augusto falou ainda sobre o estilo que vem sendo desenvolvido por Fernando Diniz, treinador interino da Seleção.

"É um estilo diferente que me agrada bastante, de estar com a bola e marcar pressão. Na Itália é mais defensivo, mas eu jogo como um ala, fico mais ofensivo, praticamente na linha dos atacantes. Nessa posição, tem que fazer a parte ofensiva e defensiva muito bem. Só tem que estar atento na mudança da linha de cinco e de quatro, vou trabalhar para adaptar”, afirmou.

Arana e Richarlison no time reserva

Titulares da Seleção Brasileira no empate com a Venezuela, Guilherme Arena e Richarlison treinaram no time reserva neste domingo (15). Os dois foram substituídos por Carlos Augusto e Gabriel Jesus no treino realizado no estádio do Peñarol, em Montevidéu.

A outra mudança promovida por Fernando Diniz em relação ao 11 iniciais já era esperada. Yan Couto, que substituiu o lesionado Danilo durante a partida disputada na Arena Pantanal, está mantido e deve ser titular no lado direito da defesa nesta terça-feira (17).

O restante da equipe está mantida. Dessa forma, a Seleção Brasileira deve enfrentar o Uruguai com a seguinte escalação: Ederson, Yan Couto, Marquinhos, Gabriel Magalhães e Carlos Augusto; Casemiro, Bruno Guimarães e Neymar; Rodrygo, Vini Jr e Gabriel Jesus.

Eliminatórias da Copa

O jogo contra a Venezuela foi o primeiro resultado diferente de vitória da Seleção sob o comando do técnico Fernando Diniz. O empate fez o Brasil perder a liderança da competição para a Argentina, única com 100% de aproveitamento. Neymar ficou marcado por reclamar muito com a arbitragem em mais uma atuação em descompasso com Vinícius Júnior, outro craque que pouco mostrou em campo.

Agora, a equipe comandada por Fernando Diniz terá pela frente a Seleção Uruguaia do histórico técnico Marcelo Bielsa. O duelo será realizado às 21h (de Brasília) da próxima terça-feira (17), no estádio Centenário, em Montevidéu, pela quarta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2026.

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais