Ouvindo...

Times

Pronto para jogar 90 minutos contra Talleres? Lucas, do São Paulo, responde

Atacante está recuperado de lesão e foi titular pela primeira vez na vitória sobre o Águia de Marabá, mas não ficou em campo todo o jogo; Zubeldía também avalia cenário

O São Paulo está no meio da preparação para encarar o Talleres, na próxima quarta-feira (29), pela rodada final da fase de grupos da Copa Libertadores. O jogo, que acontece no MorumBis, vale a liderança do grupo B e pode contar com o atacante Lucas durante os 90 minutos.

O camisa 7 está retomando a melhor forma física depois de sofrer com uma sequência de três lesões musculares no adutor da coxa esquerda, desde a temporada passada. O atleta, na última ocasião em que ficou fora de combate, passou um mês e 12 dias em tratamento.

Em seguida, foi acionado no decorrer do empate em 0 a 0 com o Barcelona-EQU, pela Libertadores. Já na última quinta-feira (23), foi titular pela primeira vez desde o retorno, marcando o primeiro gol da vitória de 2 a 0 sobre o Águia de Marabá-PA, pela terceira fase da Copa do Brasil.

Nesse confronto, Lucas foi substituído aos 21 minutos do segundo tempo. Para ele, a partida foi mais uma etapa no objetivo de voltar a suportar um duelo completo.

“Acho que pegar o ritmo de jogo somente jogando, foi importante ter jogado um pouco no último jogo, até para tirar um pouco da ansiedade também de poder estar em campo”, disse.

“E agora já estou mais preparado, semana que vem estarei mais preparado ainda. Então, aos poucos aí pego a minha melhor forma, mas acredito que semana que vem já dá para pensar em jogar mais tempo”, acrescentou.

O que diz Zubeldía?

Ao ser questionado sobre o tema após a vitória sobre o Águia de Marabá, o treinador do São Paulo, Luis Zubeldía, também sinalizou, entre brincadeiras, que Lucas pode ser titular já na próxima partida.

“Ele (jornalista) está ansioso! já quer saber a equipe. (...) Está nos planos, mas é muito cedo, preciso tomar água...”

Mudanças de dieta e de treino

Lucas admitiu a necessidade de mudar a rotina para evitar novos retornos ao departamento médico. O jogador alterou a dieta e abriu o jogo ao dizer que a metodologia de treino também precisa de ajustes.

O atacante passou 11 anos na Europa e diz que não enfrentou problemas físicos com tanta recorrência, como aconteceu no Tricolor.

“Talvez, a gente precisa adaptar alguma coisa. Lá (na Europa), a metodologia de treino era outra. Talvez, treinar um pouco mais força, a gente tem que discutir isto lá (no clube)”, disse, após o jogo com o Barcelona-EQU, pela Libertadores.

“Aqui, são mais viagens, são mais jogos, campos mais pesados, o clima é outro então a gente tem que adaptar, a dieta inclusive, que eu já mudei, estou comendo um pouco mais agora”, acrescentou.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Brenno Costa é jornalista multimídia formado pela Universidade Católica de Pernambuco e pós-graduado em comunicação e marketing pela Estácio. Atualmente, é correspondente da Itatiaia em São Paulo. Antes, trabalhou na Folha de Pernambuco, Diario de Pernambuco/Superesportes e no Globo Esporte.
Leia mais