Ouvindo...

Times

Vítima de racismo, Vini Jr pode ser suspenso até o fim do Campeonato Espanhol; entenda

Astro brasileiro do Real Madrid sofreu ataques racistas no jogo com o Valencia em La Liga

Vinícius Júnior pode não jogar mais na atual edição do Campeonato Espanhol. Vítima de insultos racistas na derrota do Real Madrid para o Valencia, por 1 a 0, no domingo (21), o astro merengue recebeu cartão vermelho no final da partida, o que pode lhe render um gancho de três jogos, justamente o que falta para o fim da temporada.

Vini Jr foi expulso aos 52 minutos do segundo tempo, depois de uma troca de empurrões com o goleiro Mamardashvili, do Valencia, que só levou amarelo. O brasileiro também havia recebido um amarelo inicialmente, mas o árbitro Burgos Bengoetxea foi chamado pelo VAR e decidiu mudar a cor do cartão.

Na súmula, Bengoetxea escreveu que Vinícius Júnior foi expulso por “acertar com seu braço o rosto de um adversário quando a bola não estava em jogo, em um confronto envolvendo jogadores das duas equipes. O atleta atingido não precisou receber atendimento”.

Segundo o diário AS, neste tipo de ocorrência a Comissão Disciplinar da Federação Espanhola tem por padrão aplicar a pena de três partidas de suspensão.

Ainda de acordo com o jornal espanhol, o gancho do brasileiro poderia ter sido ainda maior. Se no relato da súmula, o árbitro tivesse utilizado o termo “agrediu” em vez de “acertou”, o brasileiro levaria um gancho de quatro a 12 jogos.

Racismo contra Vini Jr.

Vini Jr. foi alvo de insultos racistas na derrota do Real por 1 a 0 para o Valencia no Mestalla, em Valência, pela 35ª rodada do Espanhol. A partida foi paralisada aos 27 minutos da segunda etapa. O atacante começou a discutir com torcedores enquanto outros jogadores tentavam acalmar o brasileiro.

Foi possível ouvir os gritos de “Mono” (macaco, em espanhol) por parte da torcida do Valencia. O árbitro conversou com oficiais da organização da partida e o jogo foi interrompido.

O sistema de som do estádio anunciou a paralisação do duelo devido ao comportamento dos fãs do Valencia e pediu que a torcida desse fim às “manifestações racistas”. Houve um novo aviso até que, depois de cerca de oito minutos, a partida foi retomada, com Vini Jr em campo.

A partir das repetidas demonstrações racistas, o jogo ficou nervoso. Vini Jr. foi provocado pelo goleiro Mamardashvili, que foi punido com o cartão amarelo. Os jogadores trocaram empurrões no campo.

No fim do confronto, porém, o brasileiro, revoltado e desestabilizado pelos rivais, foi expulso depois de desentender com o atacante Hugo Duro, em quem acertou o braço. Ele levou amarelo, mas após revisão do lance pelo VAR, foi expulso nos acréscimos.

O problema envolvendo a torcida espanhola não é novidade. Vinícius Júnior já foi vítima de inúmeros casos ao longo da sua trajetória pelo clube espanhol.

Leia mais

Jornalista, mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação pelo ISCTE-IUL (Lisboa), com passagens por TV Globo | SporTV, Jornal Hoje em Dia, Agência EFE (Espanha), BBC News Brasil (Inglaterra) e Sport TV (Portugal)
Leia mais