Ouvindo...

Times

Torcida do Náutico ataca segurança, invade CT, e polícia é acionada; veja imagens

Imagens que circulam nas redes mostram torcedores do Timbu forçando entrada no CT Wilson Campos, em Recife (PE)

Membros da Torcida Fanáutico, principal organizada do Náutico, protagonizaram, nesta quinta-feira (6), uma confusão no CT Wilson Campos. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram um grupo de pessoas invadindo o local de treinamento do elenco alvirrubro para cobrar jogadores e diretoria.

Um segurança que estava no local, inclusive, foi agredido com um capacete por um dos torcedores. As imagens foram publicadas pela página NáuticoNET no X, antigo Twitter.

Outros vídeos da mesma página mostram carros da polícia dentro do CT Wilson Campos. Em nota, o Náutico informou que o ato ocorreu antes do treino. “Os atletas, naquele momento, se encontravam na academia do próprio CT, realizando a primeira parte do treinamento previsto para esta tarde, quando foram obrigados a paralisar a atividade”, diz o texto.

A cobrança dos torcedores ao elenco, diz o clube, aconteceu no estacionamento em frente ao hotel, e foi acompanhada a todo momento por seguranças do clube e policiais militares.

“Entendemos que este tipo de cobrança em nada agrega ao trabalho e tampouco se traduz em resultados dentro de campo. A cobrança pode existir, dentro de um limite legal e sem qualquer tipo de agressão, seja ela física ou verbal”, completou o Timbu.

A Itatiaia entrou em contato com a Polícia Militar, que respondeu por meio de nota: “A Polícia Militar informa, através do 11º BPM, que não houve acionamento para a ocorrência envolvendo supostos torcedores do Náutico, no Centro de Treinamento do clube. Mesmo assim, ao tomar conhecimento dos fatos, o Batalhão enviou equipes para o local, mas ao chegar a situação já havia sido contornada pelos seguranças. Não houve prisões”.

Náutico vai mal na Série C

O Náutico vive situação delicada na Série C do Campeonato Brasileiro. Após seis jogos, o time só conquistou sete pontos e ocupa a 12ª colocação da tabela de classificação. Apenas os oito primeiros avançam à fase final.

Na última partida, o time treinado por Mazola Júnior foi derrotado por 2 a 0 pelo São José-RS, então lanterna da competição, fora de casa. O próximo jogo é contra o Caxias-RS, no domingo (9), às 19h (de Brasília), nos Aflitos.

Veja a nota do Náutico na íntegra

“O Clube Náutico Capibaribe vem a público se posicionar diante dos fatos ocorridos nesta quinta-feira (6), no CT Wilson Campos.

Antes do treino, membros de uma das torcidas organizadas do Náutico invadiram o centro de treinamento alvirrubro com o objetivo de cobrar o elenco pelo desempenho da equipe na Série C do Brasileirão.

Ressaltamos que os atletas, naquele momento, se encontravam na academia do próprio CT, realizando a primeira parte do treinamento previsto para esta tarde, quando foram obrigados a paralisar a atividade.

A conversa aconteceu no estacionamento em frente ao hotel e foi acompanhada em todo momento por seguranças do clube e policiais militares.

Entendemos que este tipo de cobrança em nada agrega ao trabalho e tampouco se traduz em resultados dentro de campo. A cobrança pode existir, dentro de um limite legal e sem qualquer tipo de agressão, seja ela física ou verbal.

Ressaltamos que todas as medidas possíveis para proteger nossos funcionários durante este episódio foram adotadas e que a atividade prevista para acontecer no campo 2 do CT foi realizada normalmente”.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais