Ouvindo...

Times

Náutico chega para final do Pernambucano vivendo pior momento da temporada

Apesar da classificação na Copa do Nordeste, time treinado por Allan Aal não vence há quatro jogos

O Náutico chega para a final do Campeonato Pernambucano distante do que pode ser definido como um bom momento. Apesar da classificação inesperada na Copa do Nordeste, o time treinado por Allan Aal não vence há quatro partidas. É a pior sequência da temporada.

A última vitória foi no jogo de ida da semifinal do Estadual, contra o Retrô-PE, por 1 a 0. Depois, o Timbu foi derrotado pelo mesmo Retrô (avançou à final nos pênaltis), empatou com o Sport e com o CRB e perdeu para o América-RN - estes três últimos resultados foram pelo Nordestão.

Foram apenas três gols marcados e quatro sofridos nessa sequência. É importante ressaltar que o Náutico jogou contra o Mecão com o time reserva. No entanto, o Alvirrubro Potiguar já estava eliminado da competição regional.

Diante da fragilidade do Grupo B da Copa do Nordeste, o Timbu acabou classificado para as quartas de final na quarta colocação, com apenas sete pontos conquistados em oito jogos.

Pressionado pelo fraco desempenho, o técnico Allan Aal reconhece que o time está devendo. "[Estamos] Oscilando demais. Fizemos grandes jogos, grandes resultados. Em alguns momentos, por necessidade, tivemos que alterar a equipe, e ficamos devendo. Mostramos nossa capacidade em alguns momentos, e em outros deixamos a desejar”, afirmou, após a derrota para o América-RN.

A sequência do Náutico

  • Retrô 1 x 0 Náutico, pelo Campeonato Pernambucano
  • Sport 2 x 2 Náutico, pela Copa do Nordeste
  • Náutico 1 x 1 CRB, pela Copa do Nordeste
  • América-RN 1 x 0 Náutico, pela Copa do Nordeste

Náutico x Sport

Náutico e Sport se enfrentam neste sábado (30), às 16h30 (de Brasília), nos Aflitos, em Recife (PE), pelo jogo de ida da dinal do Campeonato Pernambucano. O destino da taça será decidido em dois confrontos.

O Timbu faz boa campanha na competição estadual. São oito vitórias, dois empates e duas derrotas em 12 jogos - aproveitamento de 72,2%.

"[Temos que] Virar a página. São jogos de ida e volta, contra um rival que é um dos maiores do estado. É um clássico. Vamos para o jogo com igualdade. Ninguém tem vantagem, e jogar dentro de casa é muito importante”, projeta Allan Aal.

Os rivais encontraram-se na decisão - quando a fórmula de disputa previa um confronto decisivo - em 18 oportunidades. O Rubro-Negro levantou a taça 11 vezes, contra 7 do Alvirrubro. O último encontro na decisão foi em 2021, quando o Timbu sagrou-se campeão.

Retrospecto completo de Náutico x Sport em finais

  • 1951 - Náutico campeão
  • 1954 - Náutico campeão
  • 1955 - Sport campeão
  • 1961 - Sport campeão
  • 1963 - Náutico campeão
  • 1965 - Náutico campeão
  • 1966 - Náutico campeão
  • 1968 - Náutico campeão
  • 1975 - Sport campeão
  • 1977 - Sport campeão
  • 1988 - Sport campeão
  • 1991 - Sport campeão
  • 1992 - Sport campeão
  • 1994 - Sport campeão
  • 2010 - Sport campeão
  • 2014 - Sport campeão
  • 2019 - Sport campeão
  • 2021 - Náutico campeão
Leia também

Participe dos canais da Itatiaia Esporte:

Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais