Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Tragédia de Hillsborough completa 35 anos, e Liverpool homenageia torcedores

Desastre que matou 97 pessoas e feriu outras 766 é relembrado com homenagens em Anfield

Nesta segunda-feira (15), jogadores e dirigentes do Liverpool prestaram homenagens às vítimas da Tragédia de Hillsborough, considerada o maior desastre da história do futebol inglês. Há exatos 35 anos, 97 pessoas morreram pisoteadas dentro do estádio de Sheffield, na partida entre os Reds e o Nottingham Forest pela semifinal da Copa da Inglaterra.

Durante a manhã, Billy Hogan, CEO do clube, e Sir Kenny Dalglish, treinador do time na ocasião, estiveram presentes no Hillsborough Memorial, em Anfield. Ao lado dos capitães das equipes masculinas e femininas do clube, e do técnico da equipe masculina principal, Jürgen Klopp, os representantes do Liverpool colocaram grinaldas e bilhetes no local.

Tragédia de Hillsborough

A bola rolou durante apenas seis minutos no fatídico dia 15 de abril de 1989. Na disputa pela semifinal da Copa da Inglaterra daquele ano, a festa pelo jogo se tornou um completo desespero. Diversos torcedores foram pisoteados e asfixiados. Foram totalizados 97 mortes e 766 feridos pelo triste episódio vivido no Estádio Hillsborough, em Sheffield.

A situação ficou fora de controle no jogo entre Liverpool e Nottingham Forest quando um grande número de torcedores dos Reds se dirigiu a um setor que já estava com a lotação esgotada. Pela invasão, formou-se uma confusão generalizada, na qual quase uma centena de pessoas morreram em meio à aglomeração.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Ana Luiza Pereira é jornalista em formação pela PUC Minas. Com passagens por TV Horizonte, Rádio Inconfidência e Rede Minas, dedica-se à cobertura esportiva e integra o time do Itatiaia Esporte.
Leia mais