Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Bruno Gomes conta porque escolheu voltar para o Inter; volante tinha proposta do Fortaleza

Jogador foi oficialmente apresentado nesta terça (20); atleta teve passagem pelo Colorado em 2022

O volante Bruno Gomes também foi outro reforço apresentado pelo Inter nesta terça-feira (20). O jovem de 22 anos, que pertencia ao Coritiba, também estava na mira do Fortaleza, e respondeu porque optou por retornar ao Colorado. Em 2022, o jogador teve uma rápida passagem pelo Beira-Rio.

“Sempre foi um sonho jogar aqui, até pela primeira passagem sempre quis voltar pra cá. Desde a ligação do Coudet, do Magrão eu sempre senti, eu falei que minha esposa que sempre tinha uma história pra fazer aqui, queria dar meu melhor aqui dentro porque na primeira passagem não consegui ser. Quero retribuir todo o carinho que tiveram por mim”, destacou o volante.

Em 2022, quando teve uma curta passagem pelo Inter, Bruno Gomes mal foi aproveitado e atuou apenas por seis minutos antes de ser emprestado ao Coritiba.

No Coxa, o jovem ganhou destaque que o levou para a disputa do Pré-Olímpico com a Seleção Brasileira. Apesar da primeira imagem ruim no Inter, o volante afirmou que evoluiu e tem o que agregar na equipe do técnico Eduardo Coudet.

“Esse tempo no Coritiba eu mudei muito, fisicamente, mentalmente, me vejo agora outro jogador mais pronto para jogar. As ligações me motivaram muito, o projeto é diferente, me senti valorizado, tu se sentir valorizado de jogar num time desse não tem como não ter vontade de jogar. Em 2022 o que me pegou muito foi a lesão que tive no cotovelo, me ferrou um pouco, agora eu sou outro jogador, mais confiante”, avaliou o jogador.

Bruno Gomes também comentou sobre a Seleção Olímpica não ter conquistado a vaga para os Jogos Olímpicos de Paris, após ter sido desclassificada ao perder na última rodada do Pré-Olímpico para a Argentina.

“Estar numa seleção é sempre bom, grande jogadores, tu aprende muito, a gente tinha um grande time, a gente sentiu muito a derrota. A entrevista de todo mundo era meio parecida, o grupo era bom, não tinha vaidade, o grupo era muito unido, nada que iria atrapalhar a gente. Foi muito triste, pegou todo mundo de surpresa. Agora é servir como aprendizado e seguir pra frente”, desabafou o jovem.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Gaúcha de Porto Alegre, Mauri Dorneles é formada em Jornalismo pela PUC-RS e trabalha como correspondente do portal Itatiaia Esporte no Sul do Brasil. Também cursou Cinema. Antes da Itatiaia, passou por Correio do Povo, Record RS, Rádio Grenal, RBS TV e Band.
Leia mais