Ouvindo...

Times

Presidente do Grêmio descarta demissões após derrota no GreNal

Tricolor tem um dos piores inícios de Campeonato Brasileiro em 20 anos

A derrota de 1 a 0 para o Inter, no clássico deste sábado (22), no Couto Pereira, em Curitiba, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, é a sexta derrota seguida do Tricolor na competição. Com o resultado, o time gaúcho amarga na 19ª colocação, com seis pontos, sendo vice-lanterna da zona de rebaixamento.

Em um corredor apertado na parte interna do estádio do Coxa, o presidente do Grêmio, Alberto Guerra, afirmou que, apesar do resultado adverso, não haverão mudanças no futebol do clube.

“Não tem nenhuma demissão. Vai continuar tudo como está. De novidade, todo mundo sabe que estamos atrás de um centroavante e esperamos anunciar no início da janela de julho”, garantiu Guerra.

Medo do rebaixamento?

Com a derrota para o Inter, o Grêmio igualou o seu pior desempenho no Brasileirão na história dos pontos corridos, em 2004, ano de seu segundo rebaixamento. À época, o time gaúcho teve seis derrotas seguidas, já na reta final do campeonato. A última sequência adversa do Tricolor foi em 2021, ano de seu terceiro rebaixamento, quando a equipe acumulou quatro derrotas consecutivas.

Mesmo assim, o Guerra também afirmou que não se deve temer o risco de rebaixamento no momento.

“Temer o rebaixamento, ainda não. Jogamos apenas 25% do campeonato, tem muito pela frente. É óbvio que uma sequência como essa liga o sinal de alerta. Mas temos que manter a tranquilidade, manter a nossa convicção”, afirmou o mandatário.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Gaúcha de Porto Alegre, Mauri Dorneles é formada em Jornalismo pela PUC-RS e trabalha como correspondente do portal Itatiaia Esporte no Sul do Brasil. Também cursou Cinema. Antes da Itatiaia, passou por Correio do Povo, Record RS, Rádio Grenal, RBS TV e Band.
Leia mais