Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Amizade inusitada? Suárez conta sobre relação com Thiago Santos, do Fluminense

Centroavante contou sobre a relação com o volante do time de Fernando Diniz


FsGjbGDacAAaD73.jpg

INSTAGRAM / SUÁREZ

Um dos jogadores mais criticados do Grêmio nos últimos anos é um dos grandes amigos de Luis Suárez em sua passagem pelo clube. Uma amizade improvável para a torcida, mas não para o carismático camisa 9. Em entrevista ao jornalista Duda Garbi, no Youtube, Luisito falou de sua relação com o volante Thiago Santos, ex-Tricolor, hoje no Fluminense.

Segundo Suárez, a amizade dos dois nasceu das brincadeiras do jogador no vestiário gremista. El Pistolero contou que logo que chegou ao clube os jogadores já falavam da fama do colega.

“No primeiro dia que eu cheguei no Grêmio, ele não estava, estava cuidando da sua mãe que estava doente. Todo mundo falava ‘o Thiago ainda não chegou’, e eu disse ‘o que tem o Thiago?’, e eles respondiam, ‘ah ele é o mais brincalhão do vestiário, vamos ver com você como vai ser”, contou Luisito.

“No primeiro treinamento estava quietinho, quando o Gabeira (auxiliar técnico Alexandre Mendes) falou 'Ô Suarez, cuidado com o caça craque’, ele tem um joguinho que é um contra um, contra ele... o Thiago machucou a perna cara (risos), eu fui fazer um carrinho nele e ele machucou a perna, aí começou essa parceria com ele. Eu aprendi a jogar o truco com ele, o truco gaúcho”, relembrou Suárez.

A amizade também fortaleceu Thiago Santos em mais um momento de críticas antes de deixar o Grêmio. Na semifinal do Campeonato Gaúcho, em março, o volante sofreu foi alvo da torcida, e o amigo uruguaio saiu em defesa. À época, Suárez publicou uma foto nas redes sociais pedindo respeito ao colega.

“A torcida não sabe o que o jogador está passando, o jogador quer sempre fazer o melhor, eu sabia o momento o que ele estava passando. Não tem como não apoiar o jogador. Por isso não entendo aqui, aqui a torcida xinga o jogador do mesmo time, isso é pior, isso não ajuda. Não só no Grêmio, no Brasil já vi muito, aqui no Brasil é diferente. No Uruguai para xingar um jogador ele tem que ir muito, muito mal, é uma questão de cultura”, destacou.

Sobre o número de críticas no futebol brasileiro, Luisito contou que foi alertado pelo próprio Thiago Santos.

“Aqui no segundo jogo já (risos).O Thiago me falava ‘q bom q vc começou fazendo gol, já não vai xingar mais’, brincou o jogador.

O camisa 9 contou que ficou feliz pela conquista da Copa Libertadores de Thiago Santos e Diogo Barbosa pelo Fluminense.

“Eu falei com ele quando ele ganhou a Libertadores, ele e o Diogo, muito gente boa”, evidenciou o atacante.

Gaúcha de Porto Alegre, Mauri Dorneles é formada em Jornalismo pela PUC-RS e trabalha como correspondente do portal Itatiaia Esporte no Sul do Brasil. Também cursou Cinema. Antes da Itatiaia, passou por Correio do Povo, Record RS, Rádio Grenal, RBS TV e Band.
Leia mais