Ouvindo...

Times

Após protestos da torcida, Fluminense busca momento de paz na temporada

Tricolor terá duelo contra o Sampaio Corrêa e depois joga novamente no Rio de Janeiro contra o Alianza Lima para fazer as pazes com os torcedores

Após um momento de instabilidade, que gerou até protesto da torcida o CT Carlos Castilho, o Fluminense busca um momento de paz com seus torcedores. E os dois jogos que seguem podem ser fundamentais para selar o acordo.

A vitória contra o Cerro Porteño-PAR, na quinta-feira (16), pela Copa Libertadores foi um alento. Apesar da atuação ainda não estar entre as melhores, o Flu carimbou passaporte para as oitavas de final do torneio e, de quebra, confirmou a liderança da chave.

Com isso, uma trégua é formada entre tricolores e a equipe. Após os protestos no CT Carlos Castilho, o Flu ainda vai encarar o Sampaio Corrêa, na quarta (22), pela Copa do Brasil, e o Alianza Lima-PER, no dia 29, pela Libertadores, no Maracanã. Jogos para encerrar as divergências em caso de boas vitórias.

Apesar de não ter conversado diretamente com a torcida, Fernando Diniz encarou com total naturalidade o protesto no centro de treinamento tricolor.

Leia também

“Adoro o torcedor do Fluminense. Tenho muito prazer em estar aqui. Um dos motivos principais é por conta da torcida. E não é por conta das conquistas. Por conta do acolhimento que tive aqui dentro. O torcedor irá protestar. O torcedor vai ter um pouco mais de paciência quando tiver que ter paciência. Porque ele é emocional. O protesto que houve não foi nada agressivo. Conversamos de maneira extremamente educada, mas rígida”, analisou.

Campeão da Copa Libertadores do ano passado, Diniz relembrou que passou pelas mesmas críticas em 2023, mas encerrou a temporada em lua de mel com seu torcedor.

“Ano passado também fui criticado e acolho muito bem a crítica do torcedor. A mudança de energia eu acho que está acontecendo. Nos momentos de descida como esse acho que a gente se prova, os times se provam e as pessoas se provam. Acho que esse momento está tirando o melhor da gente para o final da temporada. A gente está procurando se juntar cada vez mais, se unir, trabalhar mais, para entregar mais. Tudo aqui é pela torcida poder se alegrar com os resultados do jogo”, disse.

O bom momento na Libertadores se contrasta com a fase na Série A do Campeonato Brasileiro. O Fluminense tem apenas cinco pontos em seis jogos e está na zona de rebaixamento da competição.


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Jornalista esportivo desde 2006 e com passagens por Lance!, Extra e assessorias de marketing esportivo. É correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Tem pós-graduação em Jornalismo Esportivo e formação em Análise de Desempenho voltado para mercado.
Leia mais