Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Tite é direto sobre situação de Gabigol no Flamengo

Treinador fala pela primeira vez sobre a situação do atacante Gabigol, que está suspenso até abril de 2025 neste momento

A partida deste sábado, contra o Nova Iguaçu pelo jogo de ida da decisão do Campeonato Carioca, foi a primeira do Flamengo após Gabigol ser suspenso por dois anos por tentativa de fraude em exame antidoping. Assim, claro, o assunto foi tema na entrevista do técnico Tite após a vitória por 3 a 0 no Maracanã.

“O que eu posso fazer agora é ser solidário a ele. Mandei mensagem a ele, a gente quer ele o mais rápido possível de volta, mas quer também que essa situação no aspecto jurídico que seja resolvida. A situação tem as suas particularidades jurídicas no caso, que está sendo analisado”, avaliou o técnico do Flamengo.

“Enquanto departamento técnico, a gente está com ele, os profissionais estão acompanhando, fazendo treino específico dentro da base das leis. Pois tem uma situação legal. A gente está realizando esse aporte importante para que, pós-julgamento, a gente tenha ele de volta. Queremos ele de volta, se assim o julgamento determinar”, completou o treinador.

Sob comando de Tite, que completou 26 jogos no cargo desde outubro de 2023, Gabigol virou reserva de Pedro - que vive momento brilhante com a camisa 9 do Flamengo. Contra o Nova Iguaçu, marcou duas vezes, se isolou na artilharia do Estadual com 11 gols, entrou para a história com o “Gol Zagallo”. Após a partida, o companheiro também lamentou a situação vivida por Gabigol e afirmou estar torcendo pelo retorno do camisa 10 ao dia a dia do Flamengo. Confira o vídeo aqui!

Leia também

Gabigol, por sua vez, tem apenas dois gols em 2024. São 10 jogos na temporada, mas a maior parte deles saindo do banco de reservas. O camisa 10 iniciou dois jogos.

Na véspera da decisão com o Nova Iguaçu, o Flamengo acertou a contratação de Carlinhos, centroavante e artilheiro do adversário no Campeonato Carioca. Após a partida deste sábado, Marcos Braz, vice-presidente de futebol rubro-negro, confirmou o acerto, mas explicou que não há qualquer relação com a situação de Gabi.

Os próximos jogos do Flamengo

O final do Estadual, agora, tem o seguinte cenário: o Flamengo pode até perder por dois gols de diferença na volta que conquistará o Estadual pela 38ª vez em sua história. Uma vitória por três gols de diferença do Nova Iguaçu levará a decisão para os pênaltis, enquanto um placar mais elástico garante o título para o Laranjão.

Com a vantagem na decisão do Carioca, o elenco rubro-negro volta as atenções para a estreia na Libertadores. A delegação embarcar na tarde deste domingo (31) para Bogotá, na Colômbia, onde enfrentará o Millionarios. A partida de abertura do Grupo E será na terça-feira (2), às 19h (de Brasília). Saiba mais sobre a chave aqui.

Mais respostas de Tite

Planejamento para o jogo de volta

“Não (vou poupar). Eu aprendi na vida que, sempre, o próximo passo é o mais importante. E isso me fortalece numa coincidência, se eu ficar olhando por cima da situação. Estou falando de coração aberto.”

Análise do confronto

” Foi confronto do melhor ataque contra o terceiro melhor ataque. Com opções ofensivas. Com duas equipes que gostam de bola, gostam de jogo, o Carlos está muito de parabéns, mas não pouco, é muito. Falei pra ele pessoalmente, falo de forma pública. A qualidade da equipe da Nova Iguaçu não éo o acaso. Tem trabalho, talvez, muito superior ao meu. Porque ele não tem todo o aparato que o Flamengo me proporciona.

E ele, sem todas essas condições, ele consegue fazer uma campanha exemplar. Então, eles tinham perdido um jogo, mas está nada decidido. É uma vantagem, sim, considerável, sim. Mas nós temos consciência, até porque o Flamengo e o César (Sampaio) aqui, nós também já iniciamos a nossa carreira e o Carlos, e sabemos dar valor a isso.”

Evolução e momento do Flamengo

“A gente só consegue desenvolver um trabalho melhor agora nesse ano, na primeira temporada, porque a gente veio antes. Não era a intenção de vir, confesso. Eu gostaria de pegar o início do trabalho, porque era uma situação muito difícil, uma exigência muito alta. Mas todo o trabalho da comissão técnica adianta também o trabalho, mesmo que ficasse com possibilidade de resultados negativos. A exigência de Flamengo é muito alta. A gente conseguiu, naqueles 12 jogos, juntamente com a equipe, a classificação para a Libertadores. Mas também nos adiantou o processo para nós fazermos esse início de ano agora.”

Participe dos canais da Itatiaia Esporte:

Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Leia mais