Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Altitude, logística e maratona: a preocupação do Flamengo na Libertadores

Rubro-Negro está no Grupo E da Copa Libertadores e terá sequência “complicada” na avaliação da diretoria, que lamentou a formação da chave

As reações de Rodolfo Landim e Marcos Braz, presidente e VP de futebol do Flamengo, deixaram claro que o resultado do sorteio dos grupos da Libertadores não foi o que o clube esperava. O Rubro-Negro é o cabeça de chave do Grupo E, que conta com Bolívar-BOL, Millionarios-COL e Palestino-CHL. Os pontos que preocupam o departamento de futebol são as logísticas e a altitude dos jogos na Bolívia e na Colômbia.

Leia também

Estreia entre finais

O primeiro ponto a ser lamentado pelos dirigentes foi em relação à estreia do Grupo E, contra o Millionarios, da Colômbia. A partida será em Bogotá, no Estádio El Campín, a 2.630 metros acima do nível do mar. Além disso, a delegação rubro-negra precisará encarar a viagem de mais de 6h entre as finais do Campeonato Carioca.

Altitude e logística complicada

Apontado como um dos favoritos para a conquista da América em 2024, o Flamengo desejava “fugir” de viagens longas e jogos na altitude. A expectativa foi frustrada pois, além dos Millionarios, o Rubro-Negro enfrentará o Bolívar, em La Paz. O trajeto também leva cerca de 6h e o Estádio Hernando Siles é o segundo mais alto da Libertadores, a 3.640 do nível do mar. Apenas o Villa Ingenio, na cidade boliviana de El Alto, o supera, a 4.090 metros de altitude. É a casa do Always Ready.

Após o sorteio, o presidente Rodolfo Landim chegou a admitir que gostaria de estar na chave de outros clubes brasileiros, mas não revelou qual seria o grupo.

Maratona de jogos ‘pesados’

Após a Data Fifa de março, o Flamengo iniciará uma maratona de jogos com os inícios da Libertadores, do Brasileirão e da Copa do Brasil. Serão 17 jogos em até o fim do Grupo E da Libertadores, em um intervalo de 60 dias até o fim de maio. Há séries de jogos “pesados” que já geram preocupação no Rubro-Negro.

Um exemplo envolve a partida contra o Bolívar, no Estádio Hernando Siles em La Paz, a 3.640 metros acima do nível do mar. O duelo na Bolívia, previsto para os dias 23 e 25 de abril, será na sequência do confronto com o Palmeiras, em São Paulo, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, entre os dias 20 e 22 de abril.

A agenda do Flamengo até o fim da fase de grupos da Libertadores:

  • Ida da final do Carioca: Nova Iguaçu x Flamengo, em 30 ou 31 de março
  • 1ª rodada da Libertadores: Millionarios x Flamengo, em 2 a 4 de abril
  • Volta da final do Carioca: Flamengo x Nova Iguaçu, em 6 ou 7 de abril
  • 2ª rodada da Libertadores: Flamengo x Palestino, em 9 a 11 de abril
  • 1ª rodada do Brasileirão: Atlético-GO x Flamengo, em 13, 14 ou 15 de abril
  • 3ª rodada do Brasileirão: Palmeiras x Flamengo, em 20, 21 ou 22 de abril
  • 3ª rodada da Libertadores: Bolívar x Flamengo, em 23 a 25 de abril
  • 4ª rodada do Brasileirão: Flamengo x Botafogo, em 27, 28 ou 29 de abril
  • Ida da 3ª fase da Copa do Brasil: a ser definido, em 1º de maio*
  • 5ª rodada do Brasileirão: Bragantino x Flamengo, em 4, 5 ou 6 de maio
  • 4ª rodada da Libertadores: Palestino x Flamengo, em 7 a 9 de maio
  • 6ª rodada do Brasileirão: Flamengo x Corinthians, em 11, 12 ou 13 de maio
  • 5ª rodada da Libertadores: Flamengo x Bolívar, em 14 a 16 de maio
  • 7ª rodada do Brasileirão: Vasco x Flamengo, em 18, 19 ou 20 de maio
  • Volta da 3ª fase da Copa do Brasil: a ser definido, em 22 de maio*
  • 8ª rodada do Brasileirão: Flamengo x Grêmio, em 25, 26 ou 27 de maio
  • 6ª rodada da Libertadores: Flamengo x Millionarios, em 28 a 30 de maio

*A CBF ainda realizará sorteio e detalhará os confrontos da terceira fase da Copa do Brasil

Participe dos canais da Itatiaia Esporte:

Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Leia mais